Unidade de saúde de Santa Maria do Boiaçu será ampliada

1837

A Unidade Mista de Saúde Rosa Vieira, localizada em Santa Maria do Boiaçu, atende 15 comunidades do Baixo Rio Branco, com serviços de atenção básica e de caráter preventivo. O governador José de Anchieta visitou o local e anunciou serviços de reforma no prédio, que dispõe atualmente de 12 profissionais de saúde.

De acordo com o enfermeiro Elisson Erasmo, a Unidade de Saúde não atende casos de grande complexidade emergencial. São realizados no centro médico: trabalhos de prevenção de epidemias, indicação de medicamentos e, eventualmente, partos.

Atuam na Unidade um médico, dois enfermeiros e nove técnicos de enfermagem, que realizam aproximadamente 20 atendimentos diários. Além disso, a farmácia dispõe de quantidade necessária de analgésicos e de antibióticos.

“O acesso à região é difícil, por isso pessoas de várias comunidades de Caracaraí, de Roranópolis e até do Amazonas vêm até nós, em Santa Maria, a fim de serem medicadas. Esse trabalho preventivo que fazemos evita que grande quantidade de casos de malária, por exemplo, aconteçam”, disse Elisson Erasmo.

Escola de Santa Maria tem 78 anos

Inaugurada em junho de 1945, a Escola Estadual José Bonifácio possui larga experiência em lançar jovens estudantes no mercado de trabalho, não somente os que moram em Santa Maria do Boiaçu, mas também os das demais regiões ribeirinhas do Baixo Rio Branco.

Atualmente, a escola tem 85 alunos, do sexto ao novo ano do Ensino Fundamental, além do Ensino Médio. Cinco salas de aula são utilizadas e a unidade dispõe de uma sala de informática, de copa, de dois banheiros (masculino e feminino), de depósito de merenda escolar e de almoxarifado.

“Somos uma escola que possui grande importância nesta região, pois atendemos várias comunidades que enviam seus filhos com o objetivo de aprender e ser alguém de sucesso”, disse a gestora Zilda Gama Figueiredo.

Com a visita do governador José de Anchieta, o corpo docente da escola solicitou a ampliação do prédio, além da construção de uma quadra de esportes. “É algo que também será importante para o desenvolvimento social da comunidade, com a realização de atividades esportivas e culturais”, disse Anchieta.

Secom Roraima/ Fotos: France Telles