TRE lança Projeto Biometria Eleitoral

504

O Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR) lança oficialmente nesta segunda-feira (11), às 9h30, o ‘Projeto Biometria Eleitoral’, visando recadastrar todos os 184 mil eleitores da capital. O evento será realizado no plenário da instituição. Na oportunidade, será feita uma demonstração dos quatro passos do recadastramento do eleitor: atualização dos dados bibliográficos, digitalização da assinatura, fotografia e coleta das digitais de todos os dedos das mãos. O procedimento vai conferir mais segurança na hora da votação, a partir das próximas eleições, em 2014.

“A Biometria Eleitoral é o primeiro grande desafio de nossa gestão. Conseguindo alcançar nossa meta, seremos um dos únicos estados da federação a ter mais de 60% do eleitorado cadastrado”, destacou o desembargador Gursen De Miranda, presidente do TRE-RR..

O recadastramento biométrico é obrigatório para todos aqueles que têm título de eleitor, inclusive para os que têm voto facultativo. Quem não participar, terá o título cancelado e estará sujeito a sanções como a impossibilidade de tirar RG ou passaporte entre outras. A partir do dia 08 de abril o eleitor já poderá se recadastrar na 1ª Zona Eleitoral (Fórum Advogado Luiz Rittler Brito de Lucena – Av. Santos Dumont nº 760 – Bairro São Pedro) e na 5ª Zona Eleitoral (Fórum Eleitoral juiz Illo Augusto dos Santos – Av. Nazaré Figueiras, 2077 – Bairro Pintolândia). Estes são os dois pontos fixos de atendimento, mas o TRE-RR vai instalar postos intinerantes em locais de grande fluxo de pessoas.

Cooperação Técnica entre TRE-RR e UERR

Neste dia 11, durante o ano  de lançamento do Projeto Biometria Eleitoral, também será assinado um Termo de Cooperação Técnica entre TRE-RR e Universidade Estadual de Roraima – UERR, que vai fornecer força de trabalho. Acadêmicos de diversos cursos da instituição irão atuar no processo. Eles serão treinados a partir do dia 01 de abril, por servidores do TRE-RR, que serão supervisores de todas as fases do atendimento. Para a assinatura do termo, o reitor da instituição, Hamilton Gondin e o governador José de Anchieta estarão presentes.

Mais segurança

A biometria é uma tecnologia que confere ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação, pois o leitor biométrico acoplado à urna eletrônica deve confirmar a identidade de cada eleitor, comparando o dado fornecido (impressões digitais) com todo o banco de dados disponível. Com isso, fica praticamente inviável a tentativa de fraude na identificação do votante, uma vez que cada pessoa tem impressões digitais únicas.

 

Vanessa Brandão/Assessora de Comunicação Social TRE-RR/foto Raimundo Siqueira