Vale do Amanhecer participa de conferência

726

Interface e resgate nas apresentações das propostas entre as tradições e cultura”

A II Conferência de Cultura aconteceu no sábado (03/08), teve a participação ativa dos delegados, José Wueller e Daniel Miller, do Templo do Amanhecer de Boa Vista, pela primeira vez a entidade participa de uma conferência, os representantes trouxeram as informações sobre as culturas e a religiosidade do Templo, que resgata a dança cigana e a musica.“ A participação popular e das entidades é essencial. Quando ela é restringida, a conferência perde o sentido” os representantes pontuaram o preconceito existente sobre a doutrina. “Mostramos no evento essa interface entre cultura, educação e tradição”, diz Miller. Na oportunidade os representantes apresentaram varias propostas entre elas: Criar um programa municipal de valorização do patrimônio cultural e de proteção dos conhecimentos dos povos tradicionais, de acordo com a convenção da proteção e promoção da diversidade das expressões culturais.

Para ambos, a participação foi ativa e atuante, essa foi uma vitória importante para a diversidade, o Vale do amanhecer não elegeu delegado estadual apenas o suplente Rogério Ribeiro, que vai defender as proposta apresentadas e eleitas. “È lamentável após quatro anos acontecer a II Conferência municipal de Cultura e com muitos problemas. Por outro lado, conseguimos, com nossa participação, aprovar várias propostas, viáveis para serem implementadas, desde que haja vontade política e, por parte da sociedade, muita fiscalização na execução” definiu Ribeiro.

O que é o Vale do Amanhecer

O vale do amanhecer consiste em uma comunidade religiosa que tem sua sede “Mãe”, situada a 50km de Brasília. Esta se caracteriza por um sincretismo religioso, misturando elementos culturais de diversas doutrinas religiosas e mitologias. Foram visões de um mentor espiritual, Pai Seta Branca, tidas por Tia Neiva, a fundadora do vale, que a levaram a implementar no campo material os ensinamentos e doutrinas espirituais que recebia nessas visões. São Princípios principais dessa religião: a crença; a incorporação de espíritos por médiuns que se fazem presentes em quase todos os trabalhos no vale do amanhecer; a manipulação de energias para cura do físico e do espiritual; e os princípios cristãos de amor, humildade e tolerância.

Convite

O Templo Ajano do Amanhecer encontra-se de portas abertas para aqueles que quiserem participar dos trabalhos realizados. Aos sábados: ás 15:00h e aos domingos ás 18:00h, o templo do Amanhecer Boa Vista –RR está localizado na rua: Natan Alves de Brito nº 879 (antiga rua 40) Bairro Alvorada.

Veja algumas propostas eleitas na conferência:

Criação de polos culturais nos bairros com eminente convivência de riscos sociais, visando beneficiar jovens em situação de vulnerabilidade, com a geração de emprego e renda pos meios de atividades educacionais, culturais e socio-protetivas.

Regularização e revitalização da Escola de Musica de Roraima afim de formar técnicos reconhecidos em nível nacional, sem prejuízo no quadro funcional atual.

Criação de polos culturais nos bairros com eminente convivência de riscos sociais, visando beneficiar jovens em situação de vulnerabilidade, com a geração de emprego e renda por meios de atividades educacionais, culturais e sócio protetivas.

Divulgação e cumprimento da Lei Federal já existente ao Ensino de Música nas Escolas (Lei 11.769, de 08/08/2008);

 

Criação do termo de cooperação técnica  institucionais de Elaboração e Acompanhamento de Projetos, para inclusão de propostas no Sistema de Convênio – SICONV,SALICWEB do Governo Federal;

 

Transformar o bairro Caetano Filho e outros bairros tradicionais num lugar de memória, na perspectiva da sociomuseologia garantindo a sua conservação, preservação e uso, e para implantação de programas e projetos culturais de caráter socioinclusivos

Elaboração de projetos para criação de um centro de ensino que contemple a formação de profissionais para atuação nos diversos segmentos artísticos culturais: musica, dança, poesia, literatura, audiovisual, gastronomia, capoeira, artesanato, artes plásticas, artes cênicas e artes marciais milenares;

Criação do Conselho Amazônico de Cultura para ser o órgão fiscalizador do Plano Amazônico de Cultura, com representante da sociedade civil organizada, segmentos artísticos culturais e movimentos sociais;

 

II CONFERENCIA MUNICIPAL DE CULTURA DE BOA VISTA

 

1. NÚMERO DE INSCRITOS – 263

2. SOCIEDADE CIVIL – 128

3. PODER PÚBLICO – 27

4. OBSERVADORES – 108

5. NÚMERO DE DELEGADOS – 13

6. NUMERO DE DELEGADOS DA SOCIEDADE CIVIL – 06

6.1 NUMERO DE DELEGADOS PARA INDIGENAS – 02

7. NUMERO DE DELEGADOS DO PODER PÚBLICO – 05

DELEGADS OS ELEITOS:

SOCIEDADE CIVIL

Sérgio Barros

Luana Gomes

Fernando Souza

Kaline Barroso

Marcio Costa

Fabio Cavalcante

Indígenas:

Vanda da Silva

Marilene Reis

Suplentes de delegados:

Hélio Nascimento

Rogério Ribeiro

Zé do Brigadeiro

Celso Duarte

DELEGADOS DO PODER PÚBLICO

Edgar Borges

Junaina Rodrigues

Chiquinho Santos

Carlos Alberto

Bebeco

Ascom: Templo Ajano do Amanhecer de Boa Vista/Fotos: Adílson Sousa.