Governo de Várzea Alegre distribui repelentes para gestantes do município

73

Para auxiliar as gestantes a se prevenirem contra doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, como dengue, zika e Chikungunya, a Prefeitura de Várzea Alegre, através da Secretaria de Saúde, com parceria da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Trabalho, está distribuindo repelentes para esse público.

A ação foi realizada nesta manhã de quarta-feira, 11 de maio, na sede da Secretaria de Assistência Social, Segurança Alimentar e Trabalho, no CSU – Centro Social Urbano Lourival Clementino do Nascimento, no bairro Juremal.

Estiveram presentes o Prefeito Zé Helder (MDB), o Secretário de Saúde, Ivo Leal, a Secretária de Assistência Social, Segurança Alimentar e Trabalho, Syene Cavalcante, a Coordenadora da Vigilância em Saúde, Horiana Acioly, os Coordenadores dos CRAS Cecília Biliu – bairro Patos e Joaquim Beca – bairro Juremal e os vereadores Valdilene Bitu (PSD), Menésia Simeão (PT) e Otoniel Júnior (PSD).

Foram distribuídos com as gestantes presentes cerca de 100 unidades de repelentes.

Durante o evento houve palestra ministrada pela enfermeira, Jacinta Daniele, que abordou o tema “Cuidados Preventivos Contra as Arboviroses”.

Zé Helder falou que o objetivo da ação é proteger as mulheres e seus bebês. “É mais uma iniciativa do nosso governo, realizada com intuito de reforçar a prevenção e proteger as mulheres e os bebês em gestação. Temos essa responsabilidade e preocupação em ajudar nessa prevenção” – disse.

Ivo Leal, explicou sobre o zika vírus. “Com o aumento da exposição às picadas do mosquito aedes aegypti, principal agente transmissor do zika vírus, relacionado à microcefalia, o uso diário do repelente será essencial para todas as gestantes” – explicou.

Syene Cavalcante falou sobre os programas oferecidos pela Secretaria de Assistência Social que beneficiam as gestantes do município com acompanhamento mensalmente e com outros recursos.

Atualmente são atendidas nas Unidades Básicos de Saúde cerca de 245 gestantes. Para ter acesso ao repelente basta que as gestantes procurem suas unidades de saúde onde são realizadas as seções de pré-natal.

Autor: Da redação com ascom/Foto: Fábio Oliveira