Em Roraima Índios ameaçam guerra contra o Governo

289

Ofendidos e insultados por Neudo Campos, naquela reunião de quinta-feira passada, quando o consultor especial invadiu a sala do encontro onde os indígenas tratavam de negociações com a governadora Suely Campos (PP) em busca de saídas para acabar coma greve, as lideranças do movimento ameaçam invadir a Praça do Centro Cívico e acampar hoje, dia 14, na porta do Palácio Senador Hélio Campos.

Em um comunicado assinado pelo líder Márcio Nicácio, coordenador geral do poderoso Conselho Indígena de Roraima – CIR – fica patenteado que as agressões impostas por Neudo Campos naquele encontro, não vão ficar sem contragolpe. Nicácio convoca lideranças e tuxauas para somar força na grande manifestação desta segunda. Para que o movimento obtenha êxito, o líder indígena pede que tragam água, comida, pratos, colheres e, claro, o indefectível urucum pois os guerreiros vão se pintar para a guerra.

Mensagens em WhatsApp e mais canais de comunicação nas redes sociais, trocadas entre lideranças indígenas da Organização dos Professores Indígenas de Roraima – OPIRR -, apontam que o clima de acirramento entre os professores e o Governo de Roraima tende a se agravar nos próximos dias. De acordo com as mensagens os indígenas estão se organizando para trazer mais índios das várias comunidade localizadas nas regiões das serras, no Baixo Cotingo e na Serra da Lua para acampar em frente ao Palácio Senador Hélio Campos.

Autor: Blog do Expedito Peronnico/Foto: Yolanda Simone Mêne