Conselho Tutelar e Comdica de Caucaia comemoram 20 anos

69

O “Fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente” foi tema de seminário promovido pela Prefeitura de Caucaia, por intermédio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS), nesta terça-feira (28/11). O encontro, ocorrido no auditório do Convento das Irmãs Cordimarianas, no Centro, teve o objetivo de celebrar os 20 anos de criação do Conselho Tutelar e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica).

Setenta e dois profissionais, entre conselheiros, ex-conselheiros e ex-presidentes dos órgãos, foram homenageados. “Estamos unidos para defender os direitos das crianças e dos adolescentes. Mais do que isso: trabalhamos para garantir que cresçam com saúde e de olho em um futuro melhor. É uma responsabilidade imensa. Não podemos focar em ações olhando apenas para o presente. Nosso foco tem que ser construído em ações a longo prazo”, enfatizou a primeira-dama Erika Amorim.

Articuladora do Selo Unicef no município, o trabalho dela na reconquista da certificação foi pontuado no evento. O Selo reconhece gestões empenhadas em melhorar indicadores sociais de crianças e adolescentes. “Nossa missão não é fácil, mas é grandiosa”, complementou a também secretária municipal de Governo e Articulação Política.

Titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS), Danielle Alexandre pontuou o trabalho intenso dos conselheiros no município. “Diariamente, são esses conselheiros que lutam pela garantia dos direitos de crianças e adolescentes, com olhar atento em cada comunidade. Eles são os guerreiros do anonimato e merecem todas as nossas homenagens”, comentou.

Com certificado de homenagem em mãos, Euclides Tomé orgulha-se ao comentar que foi um dos primeiros conselheiros tutelares de Caucaia. Hoje aposentado, ele recorda de quando começou no ofício. “No meu tempo era muito difícil. O trabalho todo era feito com papel e caneta. O deslocamento era todo feito a pé. Fazíamos o trabalho com muito amor por acreditar nessa causa. Hoje mudou muito; está melhor. O que continua é a dedicação”, comparou.

Os participantes do Seminário receberam a edição atualizada do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O material foi produzido com ilustrações feitas por crianças e adolescentes. O encontro foi concluído com apresentação da mestre em Políticas Públicas e ativista dos Direitos Humanos, assistente social Mônica Sillan.

Autor: Da redação com Ascom/Foto:Ascom