SESP implanta o Programa “Crack, é possível vencer” e capacita profissionais de segurança

512

A Secretaria de Segurança Pública (SESP) lançou nesta segunda-feira, dia 05, o Programa “Crack, é Possível Vencer” e iniciou a capacitação voltada aos profissionais da área de segurança pública municipais e estaduais. O programa pretende realizar o fortalecimento da segurança pública, ações preventivas nas escolas e, o atendimento em saúde e assistência social, voltados ao cuidado e tratamento de dependentes químicos na cidade de Boa Vista.

O lançamento do programa e, a abertura da capacitação para profissionais de Segurança Pública aconteceu no auditório do Corpo de Bombeiros, na manhã desta segunda-feira, dia 05.

Crack, é possível vencer é um programa lançado pelo Governo Federal em parceria com os estados e municípios, com a finalidade de prevenir o uso e promover a atenção integral ao usuário de crack, bem como enfrentar o tráfico de drogas. Tem por objetivo aumentar a oferta de serviços de tratamento e atenção aos usuários e seus familiares, reduzir a oferta de drogas ilícitas por meio do enfrentamento ao tráfico e às organizações criminosas e promover ações de educação, informação e capacitação.

Participaram do evento o secretário de Segurança Pública, Francisco Sá Cavalcante, o delegado geral de Polícia, Fernando Olegário, o Secretário de Justiça e Cidadania, coronel Waney Vieira, o subcomandante da Polícia Militar, coronel Amaro Júnior, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Leocádio Menezes, a coordenadora do Departamento de Saúde Mental, Lidiane Lima, a secretária Adjunta de Trabalho e Bem Estar social (Setrabes), Célia Carvalho, o coordenador Estadual de Polícia Comunitária e diretor do Departamento de Cidadania da SESP, tenente-coronel Doriedson Ribeiro, a coordenadora do Curso de Polícia Comunitária, Elivânia Aguiar.

O PROGRAMA – Para assegurar a articulação das ações do programa Crack, é possível vencer, em junho foi criado em Roraima, o Comitê Gestor Estadual que será responsável pelo planejamento, acompanhamento e monitoramento das ações do programa. O comitê gestor é coordenado pelo secretário de Segurança, Francisco Sá Cavalcante e composto por representantes da Secretaria Extraordinária de Promoção Humana e Desenvolvimento (SPHD), Secretaria de Trabalho e Bem Estar Social (Setrabes), Secretaria da Saúde (Sesau), Secretaria de Educação e Desportos (SEED), Delegacia Geral de Polícia (DG), Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), Polícia Militar (PM) e Corpo de Bombeiro Militar (CBM).

CAPACITAÇÃO – A capacitação voltada aos profissionais de Segurança Pública dispõe de três módulos que preveem o curso Nacional de Multiplicador de Polícia Comunitária; Tópicos Especiais em Polícia e Ações Comunitárias – Redes de Atenção e Cuidados e, Tópicos Especiais em Polícia e Ações Comunitárias – Abordagem Policial a Pessoas em Situação de Risco.

Os três módulos serão realizados em duas turmas, atenderá a 120 profissionais de Segurança, sendo realizado na Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago (APICS).

Segundo o secretário de Segurança Pública, Francisco Sá Cavalcante as ações do programa Crack, é possível vencer estão estruturadas em três eixos: saúde, segurança e educação. O primeiro, voltado ao cuidado, inclui ampliação e qualificação da rede de atenção à saúde voltada aos usuários.

No eixo segurança, prevê o fortalecimento da autoridade e o foco é a integração de inteligência e cooperação entre as forças de Segurança do Estado e do Município, a realização de policiamento ostensivo em possíveis pontos de uso de drogas na cidade, além da revitalização desses espaços. Já o eixo prevenção abrange ações nas escolas, nas comunidades e de comunicação com a população.

Secom: Governo do Estado de Roraima