Prefeitura de Caucaia apresenta planos de combate às arboviroses para 2020

192

A comissão criada pela Prefeitura de Caucaia intitulada “Todos contra o Aedes aegypti” apresentou na manhã desta quinta-feira (16/1) no gabinete do Prefeito Naumi Amorim, todas as ações de combate ao mosquito da dengue que serão executadas durante o período chuvoso de 2020. O Aedes aegypti transmite a dengue, zika e chikungunya.

“É uma ação integrada envolvendo nossas principais secretarias que já desenvolvem ao longo do ano diversas ações de combate às arboviroses. Estamos intensificando com trabalhos mais pontuais e expressivos”, explicou Naumi Amorim. “Declaramos guerra contra o mosquito e precisamos ter o engajamento da população. Assim, teremos mais êxito no nosso trabalho”, enfatizou.

O grupo é formado pelas secretarias municipais de Saúde (SMS), Patrimônio, Serviços Públicos e Transporte (SPSPtrans), Desenvolvimento Social (SDS), Educação, Ciência e Tecnologia (SME) e Instituto do Meio Ambiente de Caucaia (Imac). “Vamos focar nas nossas escolas. Nossas crianças são mais conscientes e elas ensinam seus pais”, disse Naumi.

Segundo o secretário de saúde, Moacir Soares, “No inverno reaparecem ameaças como mosquitos e suas doenças. Nos últimos três anos, diminuímos consideravelmente os casos registrados de dengue, zika e chikungunya, mas sempre estamos apostos para combater”, ressaltou

Ele alerta para os casos de chikungunya, que afetam mais crianças e idosos, deixando sequelas nas articulações. “Em 2017, tivemos um surto. Com ações conjuntas, mudamos esta situação. Com as fortes chuvas, temos o risco de introdução dessas doenças, mesmo com os índices satisfatórios que temos”, finaliza, ressaltando que 90% dos focos de mosquitos são encontrados dentro dos domicílios.

Segundo o Ministério da Saúde, há grandes possibilidades da dengue soro tipo II voltar a circular este ano. “O que deve acometer principalmente crianças e adolescentes. A última vez este tipo de vírus circulou foi há dez anos. Então devemos ficar em estado de alerta”, ressalta o coordenador do Núcleo de Endemias e Zoonoses da SMS, Francisco Pires.

“Vamos fazer nossa parte e esperamos que a população faça a sua parte. Seria ótimo se outros municípios copiassem nossas ações”, finalizou o prefeito Naumi Amorim. A prefeitura de Caucaia disponibiliza em seu portal de notícias uma cartilha com informações de prevenção ao mosquito de dengue no formato PDF, que pode ser baixada e compartilhada.

Acompanhe as ações preventivas sociais e educacionais criadas por cada secretaria:

Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS)
– Palestras com vídeos educativos para grupos de convivência de idosos, crianças e adolescentes.
– Motivação para que o lixo seja levado para os equipamentos da SDS que posteriormente serão transformados em peças de arte.
– Projeto “Venci o tempo, vencerei o aedes”, onde grupos de idosos receberão material para coleta de lixo, além de fiscalizar a sua casa e mais duas casas vizinhas.
– Manhãs de mobilização com panfletagem e fixação de cartazes em pontos estratégicos da cidade.

Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (SME)
– Segunda edição do concurso de produção de textos entre alunos do 1° ao 4° ano.
– Mapeamento de bens inservíveis e de mato alto nas escolas.

Secretaria de Patrimônio, Serviços Públicos e Transporte (SPSPtrans)
– Intensificação da limpeza de locais públicos focando a retirada de materiais inservíveis.
– Recolhimentos de pneus de ruas e borracharias.
– Aterramento de locais que tem facilidade de reter água.
– Intensificação de limpezas por bairros.

Instituto do Meio Ambiente de Caucaia (Imac)
– Transformação de ponto de lixo em jardim. 19 espaços já foram finalizados em Caucaia.
– Entrega de cartilhas e lixeirinha de carros.

Secretaria Municipal de Saúde (SMS)
– Vigilância epidemiológica, atendimento ao paciente e controle vetorial.
– Investigação de internações por arboviroses.
– Intensificação de ações de controle vetorial.
– Intensificação de orientações à população quanto a ações de prevenção.

INDICADORES
Caucaia cumpriu todos os indicadores de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da zika e da febre chikungunya, e superou, dentre outros cinco critérios, a meta de 80% de cobertura de visitas domiciliares feitas por agentes de endemias.

Conforme o Núcleo de Endemias e Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram feitas 128.096 visitas nos últimos seis meses de intensificação das ações de vigilância e controle das arboviroses. Caucaia, nos últimos dois anos, destaca-se pela redução de mais de 90% de casos de arboviroses.

CASOS
Em 2019, Caucaia registrou 247 casos de dengue, 10 de zika e 67 de chikungunya. Em 2018, as ocorrências foram: 287, 12 e 250, respectivamente.

Autor: Da redação com ascom/Foto: ascom