PREFEITO ZÉ HELDER AFIRMA QUE VOLTA ÀS AULAS SÓ COM VACINAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO

77

Diante do debate sobre o retorno às aulas presenciais, permitido pelo último decreto do Governo do Ceará, que orienta ações contra Covid-19, o prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder (MDB), manifestou na imprensa local nesta manhã de quinta-feira, 29 de abril, que esse retorno só será possível quando professores e servidores da educação forem vacinados contra a doença.

O decreto flexibiliza o retorno das aulas presenciais para o ensino fundamental até o 9º ano, observados os limites de 40% da capacidade de atendimento da escola, mas mantém para opção o ensino remoto.

Segundo Zé Helder, tanto a Aprece, como os prefeitos, de forma individual, entendem que o momento de estágio da pandemia requer cautela sobre essa questão. “Tanto a Aprece tem recomendado aos prefeitos, que há muita cautela nessa atitude de iniciar as aulas sem a vacinação dos professores, como também individualmente, os prefeitos têm tomado a decisão de que só iniciará as aulas depois das vacinas. Várzea Alegre não é diferente. Nosso secretário de Educação, Antônio Fernandes, já se manifestou e aí, a gente deverá aguardar ter vacina para os nossos professores e depois disso a gente planeja o início das aulas”, destacou.

O prefeito reconhece o prejuízo que a pandemia já causou à educação, especialmente para a educação das crianças, mas que é necessário preservar e salvar vidas e depois buscar recuperar o tempo perdido. “É o momento de a gente ter cautela, e esse ensino, o conhecimento, tudo isso se recupera. Se Deus quiser, logo em breve a gente vai ver um pouco dessa nova normalidade, e aí a gente vai recuperar. Agora a vida das pessoas a gente não consegue recuperar e nós não podemos colocar em risco, de forma alguma, os nossos professores, os nossos colaboradores que trabalham nas escolas de forma geral”, disse.

A exceção, nesse caso, a volta é permitida apenas para as escolas não alcançadas pela internet e com número de alunos bem pequeno, que possibilite condições de distanciamento, ainda sim, seguindo todas as regras sanitárias.

Zé Helder pediu a população para continuar com as medidas de proteção contra a Covid-19, citando que nesta quinta, na macrorregião de saúde do Cariri, 42 duas pessoas, sendo dois pacientes de Várzea Alegre, aguardavam na fila vaga para atendimento especializada para tratar da doença.

Autor: Da redação com Ascom/Foto: Fábio Oliveira