Prefeito Naumi Amorim recebe aprovados da guarda municipal

84

Edital de convocação será publicado nos próximos dias

O prefeito Naumi Amorim recebeu nesta quinta-feira (20/2) em seu gabinete, no Itambé, parte dos novos guardas municipais aprovados no último concurso [2016].

Ao todo, serão convocados 40 profissionais, ou seja, quase o dobro do total de vagas ofertadas em edital [25 vagas].

Os novos servidores irão assumir imediatamente após a divulgação do edital de convocação, cuja publicação está prevista para o fim deste mês.

“Estou muito feliz em poder anunciar a convocação de vocês. Profissionais aptos a assumir as funções e cumpri-las fielmente. Tenho um carinho pela guarda, que tem um papel importante no contexto da cidade. É quem cuida de nosso patrimônio e zela nossos espaços”, afirmou o prefeito.

Com essa convocação, a Prefeitura amplia significativamente o efetivo da guarda municipal, que soma, agora, 163 servidores.

Secretária de Administração, Recursos Humanos, Segurança Urbana e Cidadania, Luciana Nara enalteceu a iniciativa da gestão. “Agradeço ao prefeito Naumi pela forma com que trata todos os servidores, independente da área. Isso demonstra respeito e compromisso com a cidade”, destacou Luciana.

Para a nova guarda municipal Rayla Rodrigues, a convocação traz alívio e felicidade. “Estudei minha vida toda em escola militar e tenho um carinho pela farda. Tentei entrar na polícia, mas não consegui. Todavia, hoje, vejo que o que aconteceu era para ter acontecido, pois, além de ser da guarda, servirei especialmente a minha cidade”, disse.

Participaram do encontro o presidente da Câmara dos Vereadores, Enéas Goes, os vereadores Lauro Arruda e Fábio Herlândio, além de outros convidados.

Em 2019, a gestão entregou novos fardamentos e mais 2 viaturas, além de sancionar a lei que cria 19 inspetorias e 35 subinspetorias na estrutura da corporação.

O guarda municipal é o profissional responsável por atuar, prevenir e garantir a proteção da população que faz uso dos bens e serviços municipais. Também colabora com a resolução de conflitos, de modo a garantir o respeito aos direitos fundamentais do cidadão.

Autor: Da redação com ascom/Foto: ascom