Prefeito de Várzea Alegre anuncia medidas para reduzir gastos e aumentar receitas

389

O prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder (MDB), realizou reunião de avaliação do governo, na tarde dessa terça-feira,( 26/02), às 15h, no Salão de Atos Joaquim de Sátiro, da Secretaria Municipal de Educação e anunciou medidas de redução de despesas e de aumento de receitas.

A reunião contou com as presenças do vice-prefeito Dr. Fabrício Rolim (DEM), dos vereadores Alan Salviano (MDB), Kleiton do Bar (MDB), dos secretários municipais Antônio Gregório – Administração e Finanças, Paulo Danúbio – Educação, J. Marcílio – Meio Ambiente, Menésia Simião – Desenvolvimento Agrário, Laura Maria – Assistência Social, Elonmarcos Correia – Infraestrutura, Ivo Leal – Saúde, Victor Pierre – Procuradoria Geral do Município, da Ouvidoria Geral do Município – com  a Dra. Ellen Costa, do  Dr. Hélio Batista – Coordenador de Cultura e Turismo, de Cícero Sousa – Coordenador de Esporte e Lazer e com os servidores de cargos comissionados.

Dr. Fabrício Rolim abriu a reunião afirmando que tem feito esforços para fortalecer as condições de atuação do município, buscando apoio dos deputados como por exemplo para emendas de custeio para saúde, equipamentos para realização de exames e aquisição de veículos, amenizando os investimentos do município de suas fontes próprias de receitas.

Na sequência, Zé Helder relatou sobre a atuação do Governo de Várzea Alegre, que apesar de todos os cenários de crise e de dificuldades, continua aplicando investimentos, buscando alternativas e fez uma apresentação das ações.

O prefeito deu destaque à necessidade de ajustes no governo para que, nesse momento de dificuldades, o município não trave e consiga ter seus serviços essenciais ao cidadão. Ele citou que recebeu a gestão com dificuldades com débitos, estruturas públicas danificadas e com serviços públicos em várias áreas comprometidos.

Zé Helder destacou que foram tomadas iniciativas no início da gestão que foram importantes para a retomadas de serviços, retomada de obras paradas e construção de novas obras e ainda pagar contas e tirar o município da inadimplência.

Com relação aos ajustes necessários, Zé Helder anunciou medidas econômicas, entre estas, redução da folha de pagamento; redução de gastos com água e energia; financiamento de precatórios; redução de contratos de assessorias; redução do consumo de combustíveis; redução no custo das publicações oficiais; e realização de eventos públicos através de parcerias com a iniciativa privada e com os governos federal e estadual.

E o prefeito disse que, além das medidas para garantir a economia dos recursos públicos, é necessário melhorar as receitas municipais e para que isso aconteça, as medidas são para buscar custeios; cobrança de dívidas ativas; e aumento de receitas com ISS, ICMS, IPVA, ITR.

Autor: Da redação com ascom/Foto: Augusto César