Prefeito de Várzea alegre anuncia incentivo para outras categorias de servidores da Educação

45

O prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder (MDB), anunciou nesta manhã de quinta-feira, 13 de janeiro, que diante do rateio de recursos do novo Fundeb com os profissionais do magistério e buscando alternativa para gratificar os demais servidores como auxiliares, vigias e merendeiras, mandará para a Câmara de Vereadores, logo que os parlamentares retornem do recesso legislativo, uma mensagem de lei que autorize o Poder Executivo a pagar incentivo, que pode variar de meio salário a um salário mínimo, tendo como referência o salário-base do servidor, para esses trabalhadores da educação, visto que eles não estavam incluídos na folha dos 70% do Fundeb até 28 de dezembro de 2021.

Segundo Zé Helder, a partir de uma nota divulgada pelo FNDE, entende-se que os profissionais tem direito ao rateio apenas a partir de 28 de dezembro de 2021, o que representa uma fração muita pequena de valores financeiros, sendo de melhor entendimento, criar uma lei que garanta a esses trabalhadores uma recompensa maior pela importância que representam no conjunto dos serviços e resultados alcançados pela Educação.

Esses servidores, segundo informou o prefeito, deverão receber essas gratificações nos meses de fevereiro e março, já com recursos de 2022.

A informação foi confirmada pela secretária de Educação de Várzea Alegre, Ângela Bernardino. Ela reafirmou que esse é um compromisso do prefeito e de educação, que reconhece o trabalho dos auxiliares, merendeiras e vigias.

Magistério

No dia 11 de janeiro, o prefeito Zé Helder anunciou o rateio do Fundeb com os profissionais do magistério no valor de R$ 2.468,079,99 (dois milhões quatrocentos e setenta e nove reais e noventa e nove centavos).

Autor: Da redação com ascom/Foto: Divulgação