Começa instalação das colunas do Hospital de Campanha de Caucaia

107

As obras de montagem do Hospital de Campanha de Caucaia estão em ritmo acelerado. Nesta terça-feira (19/5) foi iniciada a instalação de colunas onde serão encaixadas as paredes a partir desta quarta (20). Ao todo, 56 colunas fazem parte da estrutura do hospital.

“Depois montamos o telhado e seguimos para a parte interna com a instalação da rede elétrica, climatização, iluminação e rede hidráulica”, descreve o administrador Marcelo Santiago, gestor da obra. Ele conta ainda que a concretagem do piso do Hospital de Campanha já está finalizada e um produto especial foi aplicado, o que garantirá a impermeabilização do piso.

O Hospital de Campanha está sendo construído a partir de uma metodologia diferenciada. “As paredes são painéis termo acústicos. Utilizamos um sistema construtivo pré-moldado. É como se fossem peças que vamos encaixando e montando”, conta Marcelo.

Quando finalizado, a estrutura terá capacidade de 40 leitos de enfermaria para atendimento exclusivo de pacientes com casos confirmados de coronavírus. O equipamento está sendo montado na Praça Santa Terezinha, que fica ao lado do Hospital Municipal Doutor Abelardo Gadelha da Rocha, localizado no bairro Parque Soledade.

“Estamos com todos os 52 leitos ocupados. Iniciamos com 18. Mas os casos foram aumentando rapidamente e criamos 24 leitos e agora estamos com 42”, descreve Alex Mont’Alverne, cooperador técnico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Caucaia. “Agora, teremos o Hospital de Campanha que dará mais um suporte no atendimento, exames e tudo o que for necessário para pacientes com coronavírus”, ressalta.

Atualmente, o Hospital Municipal Doutor Abelardo Gadelha conta com 52 leitos destinados exclusivamente para pacientes com coronavírus, sendo 42 de enfermaria e 10 de UTI’s. Quando o Hospital de Campanha estiver funcionando, o Municipal irá criar mais 10 leitos de UTI, chegando ao total de 20. A expectativa é que as obras finalizem dentro de 10 dias. O espaço também contará com salas de repouso para os profissionais de saúde.
Autor: Da redação com ascom /Foto: ascom