Começa abate oficial de animais no matadouro público de Várzea Alegre

101

O prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder (MDB), com a secretária de Desenvolvimento Agrário do município, Menésia Simião, assessores do governo e representantes da empresa Sassa Empreendimentos, anunciaram oficialmente nessa segunda-feira, 10, o abate de animais no matadouro público Raimundo Pretinho.

Foram abatidos 45 animais, sendo 36 animais de Várzea Alegre e 9 de Farias Brito.

A construção do novo matadouro público foi um desafio superado pela gestão do prefeito Zé Helder. Depois de quase 7 anos de embaraços e de praticamente o governo refazer o projeto, a obra foi concluída e inaugurada em 17 de outubro de 2019, dentro da programação da Semana do Município, quando Várzea Alegre completou 149 anos de emancipação política.

Menésia Simião destacou que o funcionamento do matadouro representa uma conquista para os criadores e comerciantes de animais, comerciantes de carnes e para os consumidores. Também disse que o serviço significa mais qualidade das carnes vendidas à população.

 Zé Helder falou sobre o desafio que foi concluir a obra do matadouro, afirmando que “o povo agora tem um matadouro de qualidade”.

O Prefeito disse que o objetivo de atender com o equipamento a região é realidade, começando com o abate de animais de Farias Brito e com conversas com as cidades de Lavras da Mangabeira, Cedro e outras da região.

 Zé Helder pontuou que a atividade do matadouro, além de garantir carne qualidade para a população, fomenta a geração de empregos e fortalece a economia.

 Ele agradeceu aos colaboradores do governo, destacando a atuação do secretário de Infraestrutura, Elonmarcos Correia, e Raimundo Sátiro. Também citou o apoio do deputado estadual, Dr. Sarto, e do governador, Camilo Santana, que aportaram para conclusão da obra cerca de R$ 1 milhão.

 Sobre o Matadouro

 Várzea Alegre tinha um matadouro construído na década de 1980. A cidade cresceu e as demandas sanitárias e ambientais tornaram o equipamento inadequado, sendo interditado pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente – SEMACE, em maio de 2013.

 Devido aos problemas que envolviam o antigo equipamento, ainda na segunda gestão do prefeito Zé Helder, em 2012, foi iniciada a construção do novo matadouro no bairro Grossos. Quando saiu da gestão no final de 2012, o prefeito Zé Helder informou que a obra estava 75% construída e com cerca de R$ 125.000,00 na conta do convênio para sua finalização.

 Durante a gestão do ex-prefeito Vanderlei Freire, de 2013 a 2016, a construção não andou, surgiram novos problemas e exigência dos órgãos reguladores com relação a questões ambientais e sanitárias.

 Voltando para governar a cidade de 2017 a 2020, o terceiro mandato, o prefeito Zé Helder prometeu terminar a construção e entregar o equipamento à população.

 Os problemas encontrados no meio do caminho adiaram a concretização da promessa. O prefeito persistiu com a obra, readequando o projeto, corrigindo erros e conseguindo mais recursos financeiros, que garantiram a construção e inauguração do equipamento.

 Autor: Da redação com ascom/Foto: ascom