Quero negociar meu voto, diz Brito Bezerra.

399

Durante discurso na Assembleia Legislativa de Roraima-ALE-RR, na manhã desta quarta-feira (07/08), o deputado estadual, Brito Bezerra (PP), foi taxativo “Quero negociar meu voto, dizem que os votos são negociados, o meu vai ser nas claras, com as seguintes condições” disse Brito se referindo a sabatina do presidente interino do Iteraima, Leocádio Vasconcelos. “Voto a favor dele ou de outro, desde que me diga três coisas, primeiro: quem vendeu as terras públicas, dois: por quanto e três: a quem, essas são as minhas condições” destacou o parlamentar. Brito Bezerra engrossando as críticas “O governador faz uma confusão grande na cabeça dele, as decisões dele são abruptas” lembrou Brito, e também fez um apelo à classe politica pedido união entre os deputados e os vereadores mesmo que seja temporária. “ Vamos passar o Iteraima a limpo com a ajuda da ALE” finalizou o parlamentar.

Transferência de terras

Antigo território alçado a estado em 1988, Roraima tem cerca de 54% de seu território ocupado por terras indígenas e áreas de preservação. Em 2009, como contrapartida à criação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, a União transferiu 6 milhões de hectares para o governo do estado definir a titulação, o equivalente a cerca de 25% do território estadual. A intenção do governo federal era permitir a regularização de 28.305 propriedades nos 15 municípios, com tamanho entre 80 e 1.500 hectares, cada uma. Agora, segundo o presidente do Instituto de Terras e Colonização de Roraima (Iteraima), Luiz Fernando Migliorin, serão tituladas, no máximo, 18 mil a 20 mil propriedades, bem menos do que o previsto.

Autor:Rogério Ribeiro:Fotos: Yan Renato