MPCE denuncia acusado de participação em crime que vitimou empresário Roberto Studart

56

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através da 1ª Promotoria de Justiça Auxiliar do Crime de Fortaleza, apresentou, nesta terça-feira (7/5), denúncia contra Luís Djacy Rodrigues Sousa Júnior. Ele é acusado de participação no latrocínio que vitimou o empresário Roberto Mamede Studart Soares, o Betinho, no último dia 23 de abril, em frente a uma agência bancária na avenida Santos Dumont, em Fortaleza. O MPCE aguarda o pronunciamento do Juízo de Direito da 1ª Vara Criminal de Fortaleza sobre a denúncia. Luís Djacy encontra-se preso.

De acordo com a denúncia, Luís Djacy pilotava a motocicleta de cuja garupa saiu o adolescente de 17 anos que, de posse de um revólver, atacou o empresário e desferiu três disparos contra ele, causando-lhe a morte quase imediata. Para o Promotor de Justiça Marcus Amorim, que assina a denúncia, “a investigação policial esclareceu que, naquela tarde, logo após a tentativa frustrada de assalto contra um motociclista na rua, o adolescente notou a saída do empresário da agência bancária, quando então decidiu abordá-lo.

Em suporte ao adolescente, o acusado permaneceu nas proximidades pilotando a motocicleta, e imediatamente após a efetuação dos disparos, Luís Djacy apanhou o comparsa para fugirem juntos. O representante do MPCE pontuou que os acusados haviam se encontrado naquela tarde com o objetivo de praticar roubos. Por outro lado, não surgiram indícios do envolvimento de uma terceira pessoa, como chegou a ser especulado. Testemunhas afirmaram que o empresário, em verdade, fora ao banco para efetuar um depósito. Nada foi levado da vítima.

Autor: Da redação com Ascom/Foto: Divulgação