Erika Amorim e secretário de Saúde Moacir Soares participam de reunião estratégica

93
????????????????????????????

Visita à maternidade Santa Terezinha de Caucaia é marcada por debate sobre estágios, internatos e residências médicas.

Na tarde desta terça-feira (24/10), a Maternidade Santa Terezinha sediou uma reunião estratégica com o objetivo de discutir e analisar o perfil assistencial da instituição para sediar estágios, internato e residência em ginecologia e obstetrícia.

Estiveram presentes a primeira-dama Erika Amorim, o secretário de Saúde Moacir Soares e representantes do órgão. Eles receberam a visita da coordenadora do curso de Medicina da Universidade de Fortaleza (Unifor) e supervisora do Programa de Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia Integrada da Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP), Silvia Melo.

“Há um interesse em não apenas fortalecer a assistência, mas ressignificá-la como um todo. Nós queremos potencializar o papel desse equipamento com o objetivo de torná-lo uma maternidade-escola”, explicou o titular da SMS, ressaltando o cuidado da gestão com as gestantes e destacando o projeto Humana Luz, que vai adequar a maternidade para fomentar e promover o parto humanizado em Caucaia.

“Agora, recebendo a Universidade, só nos fortalecemos no desejo de fazer uma saúde de qualidade. Sabemos que existem passos a serem dados. E estamos dando”, disse Erika Amorim, que também é secretária municipal de Governo e Articulação Política.

“Nós somos parceiros e não apenas para trazer nossos alunos, mas para construir juntos um novo cenário. Porque a universidade tem esse papel na busca pela excelência da assistência. Estamos aqui para somar, construir juntos e queremos conhecer bem a maternidade”, declarou a representante da Unifor.

Em agosto, a Universidade e a Prefeitura de Caucaia fecharam um acordo de cooperação técnica, didática e científica. O termo tem vigência de dez anos e visa o desenvolvimento de programas de estágio no município para estudantes da área da Saúde.

A estrutura da Maternidade foi apresentada pelo médico obstetra Rogervando Rodrigues e pela diretora administrativa Siena Guerra. Entre outros espaços, o equipamento conta com 13 enfermarias com um total de 39 leitos de pós-parto. Por mês, a instituição realiza em média 300 partos. Apenas em outubro, foram 6.657 atendimentos, sendo 297 partos.

Estão em vigor atualmente convênios com outras quatro instituições. Todos voltados para as áreas de Enfermagem e Serviço Social. “Acredito que assim vamos qualificar mais ainda nossos serviços, que vêm atendendo a uma demanda crescente. Essa parceria vai também contribuir dando mais credibilidade à nossa instituição pelo respaldo da universidade e com o apoio de mais profissionais qualificados”, destacou Siena.

Autor: Da redação com Ascom/Foto: divulgação