Em diálogo com internautas prefeito anuncia inaugurações e pretensão de terceirizar funcionamento do matadouro público

134

Na tarde dessa quarta-feira, (24/4), o prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder (MDB), conversou com internautas pelas redes sociais com a live Prefeito Online. Entre os vários assuntos da gestão municipal, o prefeito destacou que no próximo dia 04 de maio, serão inauguradas duas importantes obras neste município, que são a estrada do Riacho Verde e a Areninha Antônio Félix de Araújo (Chapada).

As inaugurações ocorrerão a partir das 17h, no Riacho Verde e as 19h horas no bairro Juremal, onde foi construída a areninha. As solenidades contarão com participação do governador Camilo Santana, do ex-senador Eunício Oliveira, do deputado federal Domingos Neto e do deputado Estadual Dr. Sarto e de lideranças políticas locais e regionais. Do Riacho Verde para Várzea Alegre será organizada uma carreata.

Zé Helder anunciou que promoverá a regularização fundiária de 192 imóveis no bairro Dona Rosinha. Serão 192 famílias que receberão o documento de seu imóvel totalmente grátis. Para tanto, a população deverá fornecer os documentos necessários como cópias de identidade; do CPF; comprovante de endereço; e declaração do terreno.  Essa ação faz parte do projeto de requalificação urbana do bairro, onde a Prefeitura constrói o canal de escoamento de águas pluviais.

O prefeito ainda informou na live que Várzea Alegre recebeu de benefício verba no valor de R$ 999.900,00, por meio de emenda do Deputado Federal Moses Rodrigues, conseguida pelo vice-prefeito, Dr. Fabrício Rolim. “Esse dinheiro é destinado à área da saúde para a compra de equipamentos e veículos para a atenção básica de saúde. Agradecemos ao Dr. Fabrício Rolim e ao deputado Moses Rodrigues pela parceria que beneficia toda a nossa população”, disse.

Como outro destaque, Zé Helder disse que os equipamentos para funcionamento do matadouro público estão instalados e que a ideia é terceirizar o equipamento. Sendo assim, enviou para a Câmara de Vereadores o projeto de Lei 10 de 15 de abril de 2019, que pede autorização para firmar concessão ou permissão com empresas públicas ou privadas visando a exploração do matadouro público.

Autor: Da redação com ascom/Foto: Augusto César