Deputada que votou contra cassação de Cunha vira procuradora da Câmara

334

Entre as funções de Jozi Araújo, está a de defender a imagem da Câmara. Rodrigo Maia entregou vaga ao PTN, que indicou deputada do Amapá.

Integrante do grupo de dez parlamentares que votaram contra a cassação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a deputada Jozi Araújo (PTN-AP) assumiu, há cerca de duas semanas, o cargo de procuradora parlamentar da Câmara.

Na função, Jozi Araújo, em seu primeiro mandato, será responsável por promover a defesa da Câmara e de deputados que entenderem que tiveram a honra ou imagem atingidas em razão do exercício do mandato.

Entre as atribuições da Procuradoria Parlamentar da Câmara também está pedir, via Ministério Público ou Advocacia-Geral da União, reparação por parte de “órgão de comunicação ou de imprensa que veicular matéria ofensiva à Casa ou a seus membros”.

Autor: Da redação com Fernanda CalgaroDo G1, em Brasília/Foto: Fernanda Calgaro/G1