Zé Helder é reeleito prefeito para o quarto mandato em Várzea Alegre

57
Zé Hélder e esposa Sonia Fortaleza

Atualizada (às 08h30 – 16-11): José Helder Máximo de Carvalho, 54 anos, do MDB foi reeleito para comandar o município de Várzea Alegre pela quarta vez, ao lado do vice Dr. Fabrício Rolim, DEM.

Com 100% das urnas apuradas, Helder chegou a 13.537 votos (58,96%), vencendo os candidatos Ribamar da Topic, PP, que obteve 8.293 votos (36,12%) e Capitão Horizonte, Avante que teve 1.131 votos 4,93%.

O candidato emedebista venceu os adversários políticos com uma vantagem de 5.244 em comparação ao Ribamar e 12.406 votos, em comparação ao candidato Capitão Horizonte.

Foram computados 24.630 válidos (95,40%); sendo 22.961 (93,22%) votos válidos, Nulos: 771 (3,13%); Brancos: 363 (1,47%).

Zé Helder reassume a prefeitura da cidade pela quarta vez ao lado do vice Fabrício Rolim, DEM, que o acompanha desde as eleições de 2012. O resultado nas urnas é favorável ao que foi anunciado em pesquisa no dia 10 de novembro, quando Zé Helder liderava a corrida eleitoral com 59,5% na modalidade estimulada da pesquisa e 52,8% na espontânea da consulta.

Zé Helder 

Zé Helder nasceu em 26 de outubro de 1966, no sitio Paradé, município de Cariús. Em 1970, uma grande seca atingiu o Nordeste, obrigando ele e sua família a mudarem-se para Cariutaba, município de Farias Brito.

O falecimento de seu pai, em abril de 1973, definiu outra etapa da sua Vida: A decisão de, Dona Fransquinha, sua mãe, de oferecer escolaridade aos filhos, levou-os a mudarem-se para Várzea Alegre em 1974.

Iniciou a vida estudantil na Escola Presidente Castelo Branco, hoje Dr. Pedro Sátiro, cursando até a sexta série. Transferiu-se para o Colégio São Raimundo Nonato, onde concluiu o ensino fundamental. Cursou o ensino médio na Escola Agrotécnica do Crato e graduou-se em Letras pela URCA.

Desde cedo, ajudava nas despesas domésticas, trabalhando como engraxate e vendendo frutas em domicílio. Na escola, vendia merenda e dindim, no intervalo para recreação.

Teve a oportunidade de trabalhar com Ildefonso Pintor e aprendeu a trabalhar com serigrafia e a negociar os preços dos serviços.

Aos 23 anos de idade, montou sua primeira empresa: a Poly Artes Produções Artísticas, cuja área de atuação era trabalhos com serigrafia e realização de festas dançantes em toda região.

Depois disso, instalou uma fábrica de bonés promocionais. Passando por várias inovações, adaptando-se às exigências do mercado econômico, os empreendimentos de Zé Helder evoluíram para OPION, sua grife própria.

No âmbito social, fez parte do Leo Clube. Foi presidente do Clube Recreativo de Várzea Alegre – CREVA, por duas vezes, sendo a primeira, em 1990, aos 24 anos de idade. Aos 26 anos, foi presidente do Lions Clube e, aos 29 anos, iniciou na Loja Maçônica Harmonia Varzealegrense.

Zé Helder ao lado da esposa Sonia Fortaleza.

 

No período de 1992 a 1996, fez parte da equipe de governo de Dr. Pedro Sátiro, como promotor de eventos, resgatando valores da cultura popular.

Em 2004, concorreu às eleições municipais, saiu vitorioso e assumiu o comando do governo municipal em janeiro de 2005, tendo sido reeleito em 2008 para o segundo mandato que se encerrou em 2012.

Em 2016, voltou a disputar a prefeitura de Várzea Alegre, pelo PMDB, sendo mais uma vez eleito, com 57,63% dos votos, para seu terceiro mandato. Helder é casado com Sônia Fortaleza, é pai de Heitor e Bento.

 Autor: Da redação /Foto: Fábio Oliveira