Salve Deus!! Missionários de Seta Branca realizam trabalhos espirituais em prol da humanidade “Fé e compromisso com a espiritualidade”

809

Em nome de Deus, que criou todos os seres humanos iguais nos direitos, nos deveres e na dignidade e os chamou a conviver entre si como irmãos, a povoar a terra e a espalhar sobre ela os valores do bem, da caridade e da paz.

Cinquenta Missionários do Templo Aleiro do Amanhecer de Caucaia, viajaram para o Templo Parlo do Amanhecer de Olinda/PE, onde realizaram vários trabalhos espirituais entre eles a Estrela Candente, Abatá e Estrela de Neru, em prol dos encarnados, desencarnados e para que a epidemia do COVID-19 seja detida o mais breve possível.

Para o presidente do Templo Aleiro, Mestre Freire, É um momento de reflexão que renova a energia para a continuidade dos trabalhos. Ele acredita que a fé corresponde a uma força capaz de fazer diferença. “Precisamos dessas manipulações de energias e forças, que alimenta a alma e também cura, em prol da humanidade e essa epidemia do novo coronavírus, “uma doença terrível” disse o adjunto Aleiro Mestre Freire.

A experiência do mestre Arcano, Emanuel é uma grandeza para os missionários e a doutrina do Vale do Amanhecer “Isto é o que esperamos e tentaremos realizar a fim de alcançar uma paz universal de que gozem todos os homens nesta vida. Nós temos que estar sempre manipulando as energias e se fortalecendo na fé, devemos estar sempre atento, principalmente respeitando nossos mentores e essa doutrina extraordinária de Seta Branca” destacou o mestre Emanuel.

Falange dos Príncipes Mayas.

Para o adjunto Nurã, mestre Rogério Ribeiro, a palavra é gratidão e fé “Esses grandiosos trabalhos que realizamos no templo Parlo, acredito que através da sintoma com nossos mentores, conseguimos eleva os sentimentos de amor com fé e merecimento, manipulando em prol dos nossos irmãos encarnadas e desencarnados, também sobre as pessoas infectadas pelo coronavírus. Levemos o ardor de Simiromba de Deus nosso Pai a todos” pontuo o mestre.

O mundo contemporâneo

Os problemas do mundo contemporâneo, a nível do progresso científico e técnico, das conquistas terapêuticas, da era digital, dos mass-media, das comunicações; a nível da pobreza, das guerras e das aflições de tantos irmãos e irmãs em diferentes partes do mundo, por causa da corrida às armas, das injustiças sociais, da corrupção, das desigualdades, da degradação moral, do terrorismo, da discriminação, do extremismo e de muitos outros motivos.

Vale do Amanhecer

O Vale do Amanhecer mistura entre suas crenças elementos de diversas matrizes, como a africana, de onde vem espíritos de luz como pretos velhos e caboclos, e as referências a orixás como Iemanjá, apesar de negar qualquer associação com a umbanda ou o candomblé. Da chamada corrente indiana do espaço, vem a ligação aos antigos mestres tibetanos. E ainda há influências egípcias, gregas, além de crenças que chegam até a vida extraterrestre. A mistura converge em um princípio simples: o uso da mediunidade em socorro ao próximo.

“O evangelho do Vale prega amor, tolerância e humildade, acreditando na evolução espiritual pela reencarnação. Os seus rituais, coloridos e elaborados, consistem no auxílio gratuito dos médiuns e seus espíritos evoluídos aos pacientes em busca de equilíbrio e cura. Percebe-se, então, que essa religiosidade contém elementos de várias outras religiões: além do cristianismo, kardecismo, umbanda e candomblé, esoterismo e ‘nova era’”

Manipulando energia

Tudo é energia. E os trabalhos são realizados por meio da sua manipulação através da mediunidade, capaz de contatar dois planos distintos. O ectoplasma é o responsável pelo contato, muitas vezes produzindo efeitos sem o controle das pessoas. Os que têm conhecimento dessa energia são os médiuns. Um novato pode tornar-se médium, sendo treinado para desenvolver sua mediunidade – quanto mais prática, mais aprimorado fica.

Os trabalhos

Estrela Candente: Os Mestres Luas incorporam as entidades “Sereias de Iemanjá, o Povo das Águas e fazem a impregnação e desobsessão da Estrela Candente. Esse mesmo Ritual, ampliado envolvendo o Lago do Jaguar, ou, Lago de Iemanjá, o que se chama Unificação. Esse trabalho Ritualístico é feito para a desintegração de Correntes pesadas de energias carregadas negativamente dos Espíritos que não teriam Condições de Passar num simples trabalho mediúnico, no Templo.

O ABATÁ:  O Abatá é um trabalho de forças que deslocam eflúvios curadores, da Legião do Grandioso Mestre Lázaro. É também uma energia vital extra-etérica, manipulada na Conduta de uma Emissão. São forças centrífugas que podem fazer um fenômeno físico. É um trabalho indiano dos homens andarilhos que diziam: “No ciclo de um Abatá tem um povo celestial: médicos, curandeiros, enfermeiros, negociantes, enfim, tudo o que o homem precisa na sua hora”. – O ABATÁ CURA TODAS AS DORES.

Estrela Sublimação Estrela de Neru: E fonte de energia da transição para uma nova era e, com a Estrela Candente e o Turigano, forma a perfeita simetria que completou a triangulação de forças dos Grandes Iniciados. Ela faz a unificação das energias projetadas pelas 21 Estrelas.

Traz toda uma nova energia espiritual, espíritos que formaram uma civilização super avançada, e que, com o tempo, nos trarão grandes inovações. Foi ela quem guiou os Magos do Oriente quando no nascimento de Jesus, o marco daquela era, o II Milênio.

Autor: Da redação /Fotos: Templo Aleiro