Prefeitura de Caucaia planeja utilizar estrutura do Hospital de Campanha para realização de cirurgias eletivas

86

A Prefeitura de Caucaia planeja utilizar a estrutura do Hospital de Campanha para a realização de cirurgias eletivas após o fim da pandemia causada pelo novo coronavírus. O equipamento atualmente é utilizado para o atendimento exclusivo de pacientes diagnosticados com a Covid-19.

“É um equipamento com uma ótima estrutura que servirá para a realização de outros procedimentos clínicos. Quando a pandemia passar, vamos destinar o espaço para outros fins, garantindo mais estrutura em saúde para a população de Caucaia”, afirma o Prefeito Naumi Amorim.

O município de Caucaia vem registrando ao longo do mês de julho uma baixa taxa de ocupação dos leitos no Hospital de Campanha e uma redução na procura por atendimentos nas Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) de pacientes com sintomas da Covid-19. Na manhã desta quarta-feira (22), apenas 6 pacientes com coronavírus estavam internados, sendo 5 na enfermaria e apenas 1 na UTI.

“Avaliamos que podemos fechar o Hospital de Campanha no mês de agosto. Temos esta esperança a partir dos indicadores”, afirma o secretário de saúde de Caucaia, Moacir Soares. “Mas devemos continuar vigilantes no combate ao vírus e ainda cumprir rigorosamente as medidas de isolamento social e higiene em saúde para evitarmos uma segunda onda de contaminação”, ressalta.

Ele enfatiza que esta é uma grande iniciativa para a retomada dos serviços hospitalares que ficaram represados durante a pandemia. “Nosso objetivo é que o sistema de saúde de Caucaia retome na íntegra todas as ações e serviços na sua plenitude a partir de agosto”, finaliza Moacir.

Diversas especialidades podem ser contempladas como traumatologia, ginecologia, oftalmologia e cirurgias gerais, em procedimentos de hérnia, vesícula, vasectomia, histerectomia, laqueadura, oforectomia e colpoperinioplastia.

Autor:  Da redação com ascom/Foto: ascom