Prefeito Roberto Cláudio confirma redução do número de casos e óbitos por Covid-19 em Fortaleza

85

Indicadores também apontam queda na procura por serviços de saúde em virtude de quadros gripais sugestivos

Na tarde desta terça-feira (07/07), o prefeito Roberto Cláudio confirmou, em transmissão ao vivo pelas redes sociais, a tendência de queda do número de casos e de óbitos pela Covid-19 em Fortaleza. Mesmo diante do processo de retomada gradual das atividades econômicas, o último boletim epidemiológico divulgado aponta estabilização do quadro pandêmico na Capital.

Clique e assista ao vídeo na íntegra

O balanço semanal apresentado, composto por diversos indicadores, revela redução na procura por serviços de saúde em virtude de quadros gripais sugestivos. “A análise mede o número de pacientes sintomáticos atendidos pelos Postos de Saúde. A despeito de termos finalizado a quinta semana de retomada progressiva das atividades, o número diário de pacientes atendidos, em comparação às semanas anteriores, tendeu à estabilização consistente com a queda do número de casos”, introduziu o Prefeito.

Nessa perspectiva, Roberto Cláudio detalhou a média semanal de atendimentos registrados. “Em relação à fase dois, da semana um para a semana dois, a gente registrou uma queda de 480 para 424 pacientes atendidos com quadro gripal, confirmando essa tendência durante o período de retomada. Não há, neste momento, razão objetiva que sinalize um aumento no número de atendimentos nos Postos de Saúde”, reiterou.

Internações

O segundo gráfico apresentado mostrou a incidência de internações em enfermarias ou em leitos de terapia intensiva em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Na última semana, Fortaleza registrou expressiva queda na demanda.

“Atingimos o nosso menor patamar. Na última semana, foram, em média, 16 pacientes demandando internação em enfermarias ou em UTIs por dia. Ao longo desta semana, considerando domingo e segunda, foram contabilizados números ainda menores, com uma média diária de 14 pacientes precisando de leitos de internação”, explicou Roberto Cláudio.

Número de óbitos

O número de óbitos causados pela Covid-19 na Capital também segue em declínio. “O indicador mais robusto e mais preciso a ser monitorado, embora um pouco mais tardio em relação ao processo de abertura, é o do número médio diário de óbitos confirmados. Nosso pico epidemiológico superou 80 óbitos diários confirmados nas semanas 19 e 20. No entanto, a gente vem em uma tendência de sete semanas seguidas de queda. Semana passada, a média foi de 6,7 óbitos por dia”, garantiu.

Protocolos sanitários

O Prefeito também assegurou a permanência do monitoramento epidemiológico e estimulou o cumprimento das medidas de proteção e prevenção. “Ainda não há como dizer que vencemos essa batalha. Os dados vão nos indicar se, em algum momento, o processo de abertura precisa ser interrompido ou se pode continuar. Para garantir a continuidade da retomada, é necessário o cumprimento dos protocolos sanitários previstos em decreto, como o uso de máscara e álcool gel, a correta higienização das mãos e o respeito ao distanciamento social. Evitar aglomerações ajudará a evitar novos picos e novas ondas da doença”, afirmou.

Prestação de contas

Ainda durante a transmissão, Roberto Cláudio esclareceu a logística implantada pela Prefeitura de Fortaleza em relação ao transporte público. “Não há decisão da Prefeitura no sentido de cancelar nenhuma linha de ônibus. Tem havido um trabalho de consultoria rico e detalhado, envolvendo pesquisas de origens e destinos de passageiros, para identificar ineficiências e garantir maior eficiência ao sistema. Para isso, está sendo realizado um levantamento de dados. A partir dos indicadores, buscaremos formas de aumentar a qualidade do serviço prestado sem impactar o preço das tarifas”, disse.

Oferta e demanda

Por fim, o Prefeito garantiu que a frota de ônibus disponibilizada tem sido superior à demanda de passageiros. “Em relação ao padrão pré-pandemia, estamos com 40% da demanda normal e 70% da oferta anterior. Temos mais oferta do que procura. Tem havido um monitoramento de problemas em tempo real para corrigir falhas eventuais”, finalizou.

arte escrito Fortaleza contra coronavírus, clique aqui e saiba mais

Autor: Da redação com ascom/Foto: ascom