Luto Cigano; Até que a morte os separe, Cigano Cosmo e Calin Maria Nilza

202

É com profunda tristeza e consternação que o Instituto Cigano do Brasil-ICB, comunica o falecimento desse grande Cigano Sanfoneiro, Cosmo Cigano, 65 anos, mais uma vítima do Covid-19 ocorrido (1º/7). Casado a quarenta e cinco anos com a calin Maria Nilza, 60 anos, o casal segundo a família não tinha filhos, um modelo de casal que deixa seu exemplo e muita saudade.

Deste essa data o céu está em festa ao som da sanfona do Cigano Cosmo, grande mestre! Nosso respeito e admiração a esse ser humano que encantou nosso Povo Cigano com seu talento, humildade e música. Deixou um legado, um aprendizado muito grande, não só musicalmente falando, mas também como pessoa.

Até que a morte os separe

Ao lado de um grande Cigano, sempre há uma grande Calin: No último dia 9/7, a calin Maria Nilza, debilitada e com coranavirus, foi mais uma vítima do covid-19, o casal está no céu juntos e cantando para todos. O casal morava na cidade Serrinha/BA, e morreram em Salvador.

Porque só vale a pena lutar por cada conquista se ela for compartilhada, se ela for incentivada pelas pessoas que nós mais amamos e se essa pessoa também crescer ao nosso lado.

O casal Cigano Cosmo e Calin Maria Nilza, prova viva de uma cultura forte, da verdadeira essência “Amor”. O talento do Cosmo Cigano  permanecerá para sempre como uma das maiores referências do Povo Cigano.

Neste momento de dor, o ICB solidarizam-se com os familiares e amigos.

Cigano Rogério Ribeiro                                                Cigano José de Paulo

Presidente do ICB                                                            Vice-presidente do ICB

Caucaia/Ce, em 15/7/2020