Em Várzea Alegre, acusado de matar própria mulher está preso

63

O acusado de matar a companheira Amanda Jéssica, 31 anos, foi preso no final da tarde desta sexta-feira, 08, após receber alta hospitalar.

Eli Fernandes estava internado no Hospital Regional do Cariri – HRC, em Juazeiro do Norte, desde o domingo, 03, quando foi encontrado com ferimentos, em uma estrada do sítio Croatá, próximo ao Sítio Queixada, distrito de Canindezinho, em Várzea Alegre.

Conforme a Polícia, do HRC Eli Fernandes foi conduzido para a Delegacia de Polícia em Várzea Alegre, onde foi ouvido pelo delegado e depois foi levado para o presídio na cidade de Cedro.

O caso segue em investigação, e a polícia deve ouvir mais pessoas nos próximos dias para concluir o processo.

Amanda Jéssica foi encontrada sem vida, em um matagal do sítio Queixada, inclusive com o pescoço degolado. Eli é o principal acusado de cometer o crime e tentar um suicídio, tendo em vista que horas antes dela ser encontrada, eles estavam juntos em uma motocicleta.

Conforme a Polícia, de início o caso se tratou de um assalto, uma narração do próprio Eli à PM. Porém, com o passar das horas daquele domingo, o corpo da mulher e a motocicleta foram encontrados, inclusive a ignição do veículo estava travada. O caso é investigado como feminicídio.

Jéssica e Eli tinham um relacionamento de um certo tempo, onde nasceram quatro filhos. O romance estava em crise, em início de um reconciliação, já que a Jéssica havia terminado há poucos dias da tragédia que tirou sua vida.

Autor: Da redação com informações; Foto:ilustrada