Caucaia é reconhecida por desenvolver o Projeto Idosos Conectados

69

A Prefeitura de Caucaia foi reconhecida pelo Ministério da Cidadania por desenvolver o Projeto Idosos Conectados – idosos descobrindo um novo mundo. O reconhecimento do município como destaque veio após mapeamento nacional realizado pelo Ministério que identificou 23 experiências exitosas em 124 municípios brasileiros, que aderiram a estratégia “Brasil Amigo da Pessoa Idosa”, desenvolvido pelo Governo Federal.

Caucaia foi destaque na dimensão “Oportunidades de Aprendizagem” e o Prefeito Naumi Amorim recebeu uma placa em homenagem aos trabalhos realizados por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS).

“Parabenizamos com esta placa todos que também atuaram no planejamento e na implementação desta importante ação que promove melhoria na qualidade de vida da população idosa do município de Caucaia”, enfatizou o Prefeito. “Estamos muito felizes com esse reconhecimento nacional. Isso nos motiva a continuar esse importante trabalho”, destacou.

Criado em 2019, o Projeto capacitou com aulas práticas e teóricas de informática básica 130 idosos com idade entre 65 e 90 anos. Todos fazem parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV) dos 11 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) de Caucaia. As atividades aconteceram durante três meses em 10 laboratórios de informática das escolas municipais, instituições e associações parceiras. Cada aluno recebeu um kit educativo com bolsa, blusa, apostila e crachá.

O objetivo do Projeto Idosos Conectados é facilitar o uso do computador para os idosos se redescobrirem capazes e se adequarem as novas tecnologias. “Queríamos oferecer a eles uma oportunidade de verem como o mundo está hoje conectado à internet e às mídias sociais. Muitos tiveram contato com o computador pela primeira vez”, conta Rosário Lima, coordenadora do projeto e presidente do Conselho Municipal do Idoso.

Ela relembra que um dos principais interesses entre os idosos durante o curso, era a comunicação por meio de vídeos e mensagens com os filhos e netos que moram em outras cidades. “São atividades diárias que temos atualmente, mas para eles, foi uma descoberta incrível”, relembra.

O Projeto também proporcionou um encontro entre adolescentes da rede municipal de ensino e os idosos para a troca de experiência. “Foi um resultado fantástico e muito positivo. Não pensávamos que o nosso projeto ia ganhar tantas proporções e receber reconhecimento nacional. Infelizmente tivemos que parar devido a pandemia, mas retornaremos com mais inclusão digital dos idosos assim que tudo isso passar”, finaliza Rosário.

O resultado do reconhecimento é fruto de mapeamento realizado pelo Departamento de Atenção ao Idoso, órgão vinculado ao Ministério da Cidadania, com apoio técnico da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Tecnologia (Unesco).

Autor: Da redação com ascom/Foto; ascom