Audiência Pública: Secretário de Saúde de Várzea Alegre destaca desafios e conquistas do município

63

O Governo de Várzea Alegre esteve presente, por intermédio do secretário de Saúde, Ivo Leal, na audiência pública promovida pela Câmara Municipal de Vereadores, na noite desta terça-feira, 14 de setembro, para tratar do atendimento feito pelo Hospital São Raimundo Nonato, neste município e dos serviços de saúde sob responsabilidade da prefeitura municipal.

Além de Ivo Leal, estiveram na audiência pública Dr. Carlyle Aquino Sátiro – representante do Hospital São Raimundo, Cácio Pereira – Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Edmar Fernandes – representante do Sindicato dos médicos e todos os vereadores deste município.

Ivo Leal expôs durante sua fala na tribuna da Casa Legislativa a estruturação da rede municipal de saúde, os desafios já vencidos e os avanços conseguidos na gestão atual com implantação e ampliação de serviços, obras, aquisição de materiais e equipamentos, dentre outros, bem como os desafios enfrentados pela gestão para manter esses serviços, principalmente, no período da pandemia.

Dr. Carlyle Aquino Sátiro apresentou os serviços prestados pela unidade Hospitalar São Raimundo, com relatórios gerenciais de sua resolutividade nos últimos anos e os investimentos realizados, mesmo com as dificuldades financeiras enfrentadas pela instituição.

Após as explanações foi facultada a palavra para possíveis questionamentos e encaminhamento de demandas por parte dos vereadores.

Segundo Ivo Leal, na rodada de perguntas, foram feitos os esclarecimentos com justificativas técnicas e legais, dentro da política pública de saúde, e os requerimentos direcionados à gestão para dentro das questões administrativas e legais, tomar as providências necessárias à melhoria da assistência à saúde da população.

Ivo Leal destacou 10 pontos de atenção especial da audiência pública. São eles:

  1. Ampliação do acesso a procedimentos de consultas e exames especializados;
  2. Ampliação do acesso à medicação e insumos, principalmente os pertencentes ao Programa de Alto Custo da Assistência Farmacêutica do Estado do Ceará;
  3. Estruturação da Farmácia Pública em endereço no Centro da cidade;
  4. Investimento, por meio da Ouvidoria do SUS, na divulgação dos serviços de saúde existentes, facilitando o acesso da população e o fortalecimento do Controle Social;
  5. Ampliação de vagas e/ou condições de deslocamento de pacientes para tratamento fora de domicílio;
  6. Requalificação dos profissionais de saúde em todos os níveis de complexidade com objetivo de capacitá-los, bem como melhorar e garantir o acolhimento e atendimento humanizado nas Unidades de Saúde do município;
  7. Revitalização dos pontos de apoio da Estratégia Saúde da Família nos distritos e retorno dos atendimentos da equipe de Saúde da Família nas diversas áreas rurais;
  8. Investimento na Estratégia Saúde Bucal com aquisição de instrumentais para ampliar os atendimentos;
  9. Manutenção da Estrutura Física das Unidades Básicas de Saúde para melhores condições de trabalho aos profissionais de saúde;
  10. Pleitear juntos aos entes federados e parlamentares recursos financeiros para garantir a continuidade e/ou ampliação dos serviços de saúde.

Autor: Da redação com ascom/Foto: Divulgação