Secretaria de Meio Ambiente promove educação ambiental na Escola José Primo de Moraes

86

Em uma iniciativa voltada para a conscientização e preservação ambiental, a gestão municipal de Várzea Alegre, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, realizou uma aula de educação ambiental na Escola José Primo de Moraes, localizada na Vila Extrema, distrito de Calabaça. O evento aconteceu na tarde desta quinta-feira, dia 20 de junho, e contou com a participação de alunos do ensino fundamental, com idades entre 6 e 9 anos, das turmas das professoras Francisca Gomes Pereira (Juliana) e Wanusia Pereira da Silva.

Durante a atividade, foram abordados temas essenciais como coleta seletiva, a campanha “Descarte Consciente a Gente Faz Juntos”, arborização, desmatamento, queimadas e mudanças climáticas. A dinâmica incluiu questionamentos e debates que envolveram tanto os alunos quanto os professores, promovendo um rico momento de interação e aprendizado.

O Secretário de Meio Ambiente, José Marcílio dos Anjos Feitosa (J. Marcílio) e Helena Fernandes Vilar – assistente executiva da Secretaria, lideraram a ação, que se mostrou de grande proveito não apenas para a escola, mas também para a comunidade e, em última análise, para o planeta. Os tópicos discutidos são fundamentais para entender os impactos negativos do mau uso dos recursos naturais e a importância de práticas sustentáveis para garantir um ecossistema equilibrado e uma melhor qualidade de vida.

“O momento foi de grande proveito para a escola, estudantes e, de forma geral, para o planeta, que vem sofrendo tanto com os desastres provocados pelo mau uso dos recursos naturais. Foi um momento de educação ambiental riquíssimo, considerando a conscientização daquela população sobre seus deveres como cidadãos que necessitam de um planeta com equilíbrio ecológico e mais qualidade de vida para os dias presentes e futuros,” destacou J. Marcílio.

Helena Fernandes Vilar complementou: “É fundamental que desde cedo nossas crianças compreendam a importância da preservação ambiental e se tornem agentes ativos na proteção do meio ambiente. Ações como essa fortalecem a educação e a consciência ambiental, preparando cidadãos mais responsáveis e comprometidos com o futuro do nosso planeta.”

Autor: Da redação com Marcos Filho/Foto: Divulgação