Lei de Júnior Araújo que institui política de incentivo ao protagonismo das mulheres na ciência é sancionada na Paraíba

115

Foi sancionado o projeto de lei do deputado estadual Júnior Araújo (PSB), que estabelece a Política de Incentivo ao Protagonismo das Mulheres na Ciência no Estado da Paraíba. Com o objetivo de valorizar as mulheres cientistas, combater a desigualdade de gênero e incentivar meninas e adolescentes a seguirem carreiras científicas, a nova legislação traz diretrizes e ações concretas para promover a participação feminina no campo da ciência.

Segundo o parlamentar, a iniciativa reside na necessidade de ampliar a presença feminina em áreas científicas, onde atualmente representam uma parcela minoritária. “As mulheres representam apenas 33,3% dos pesquisadores no mundo e são ainda menos presentes nas áreas de tecnologia e inovação. Estimular a participação delas é essencial para o progresso científico e social”, destacou o deputado.

A nova lei estabelece diretrizes claras para promover a inserção e valorização das mulheres na ciência, incluindo a realização de oficinas e debates em escolas, o reconhecimento da trajetória profissional das cientistas brasileiras, o fomento à concessão de bolsas de pesquisa para mulheres, entre outras medidas.

Além disso, a legislação prevê a possibilidade de regulamentação pelo Poder Executivo, visando garantir a efetiva implementação das políticas propostas.
“A ciência é um campo fundamental para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa e igualitária. Ao promover o protagonismo das mulheres na ciência, estamos contribuindo para o avanço do conhecimento e para a construção de um futuro mais inclusivo e diversificado”, ressaltou Júnior Araújo.

Autor: Da redação com ascom/foto: divulgação