Delação do ex-governador de Mato Grosso é ‘monstruosa’, diz Fux

646

Acordo de Silval Barbosa está no STF esperando homologação

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), chamou de “monstruosa” a delação premiada do ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa. O caso chegou ao gabinete dele para homologação — o que ainda não ocorreu — e chama atenção pelo grande volume de informações.

Essa é monstruosa. Depois da Lava-Jato, é a maior operação — afirmou o ministro.

Em março, o blog de Lauro Jardim, colunista do GLOBO, informou que um dos alvos de Silval seria o atual ministro da Agricultura Blairo Maggi, que também já foi governador de Mato Grosso. Blairo exerceu o cargo de 2003 a 2010, sendo sucedido por Silval, que ficou no posto de 2010 a 2014. Silval, que chegou a ser preso, foi inclusive vice de seu antecessor.

No começo de julho, a imprensa mato-grossense noticiou que Fux homologou a delação de Pedro Nadaf, que foi secretário na gestão de Silval Barbosa. Mas o ministro não quis confirmar essa informação.

Autor: Da redação com André de Souza/Foto: Jorge William / Agência O Globo