Baião Social beneficia 275 organizações da sociedade civil em Fortaleza

104

Promovendo capacitação e fortalecendo a cidadania, o projeto impactou 200 mil pessoas em um ano.

 Reconhecendo as Organizações da Sociedade Civil (OSC) como importantes agentes de transformação na sociedade e com papel fundamental na promoção da justiça social e dos direitos humanos, o Sistema Fecomércio Ceará desenvolveu o Baião Social, em parceria com o Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS). Em 12 meses, o projeto capacitou 275 organizações sociais, que atuam em áreas como assistência social, educação e esporte, impactando positivamente 200 mil pessoas. A celebração de um ano do projeto acontece na próxima quinta-feira (27/06), no ginásio do Sesc, reunindo representantes das organizações sociais e gestores do Sistema.

O Baião Social consiste em um programa de formação em desenvolvimento institucional, ofertado gratuitamente para as OSC’s. A partir do desenvolvimento de capacidades de gestão, que otimizem recursos locais e articulem ações coletivas e intersetoriais tem foco no desenvolvimento social, econômico e cultural do Ceará. “O objetivo maior é fortalecer o exercício da cidadania, criando uma rede de organizações sociais para potencializar a capacidade de impacto coletivo e sustentabilidade dessas organizações que fazem tanto por suas comunidades”, afirmou o presidente do Sistema Fecomércio, Luiz Gastão Bittencourt.

Inicialmente, o programa atenderia 250 organizações, mas conseguiu ampliar em 10% essa meta e os benefícios às comunidades. “O Baião Social foi uma oportunidade maravilhosa. Trouxe para a gente muita informação e aprendizagem. A gente já está vendo os frutos aparecerem. A associação [de moradores], em si, melhorou muito com essa ajuda. O Baião Social veio para alavancar muita coisa na comunidade, não só a associação, mas o bairro todo”, disse Sandra Maria, presidenta da Associação de Moradores da Zona da Praia do Arpoador.

Combate à fome

Das organizações participantes do programa, 186 também fazem parte dos programas Sopa Amiga e Mesa Brasil Sesc, que combatem a insegurança alimentar no Estado. Ao todo, ao longo do ano, essas organizações fizeram chegar, com separação e distribuição, 1.236 toneladas de alimentos na mesa de 37 mil pessoas em Fortaleza.

Investimentos em novos negócios sociais

Integrando uma etapa do programa, as organizações sociais participaram de um processo seletivo, no qual 18 foram selecionadas para a fase de incubação e aceleração de negócios. Essas passaram por formações e mentorias, além de receberem um recurso semente para fortalecer os negócios, tornando-se novos empreendedores sociais. Desde feira livre, sabão ecológico, buffet móvel, arte e reciclagem, design e artesanato e outros, os negócios sociais são geradores de mudança e mais renda e oportunidades para as comunidades. Juntos, os negócios receberam investimento de R$ 126 mil e estão gerando renda para mais de 4.500 famílias nos seus territórios.

Sobre o CIEDS:

O CIEDS – Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável – desenvolve tecnologias sociais que geram mais renda, mais saúde, melhor educação, maior confiança no futuro, e acima de tudo, prosperidade. Atuamos construindo redes de parceiros estratégicos comprometidos com um Brasil melhor para todos. Com foco em gestão de excelência, em 25 anos de história, foram mais de 600 projetos realizados, 3.900 comunidades atendidas, 2.200.000 beneficiários diretos e mais de 700 parceiros envolvidos.

SERVIÇO

1 ANO DE BAIÃO SOCIAL

Data: 27/06 (quinta-feira)
Horário: 14h às 16h30
Local: Ginásio do Sesc (R. Gen. Clarindo de Queiroz, 1740 – Centro)

Autor: Da redação com ascom/Foto: divulgação