Vereadores de oposição de Iguatu denunciam falta de pagamento os servidores da saúde

278

Na sessão ordinária desta terça-feira (15), na Câmara Municipal de Iguatu-CMI, presidida pelo vice-presidente vereador Rômulo Fernandes (PT), substituindo o presidente, vereador Rubenildo Cadeira (PRB), que devido uma pequena cirurgia não compareceu a sessão.

No pequeno expediente os vereadores de oposição Marconi Filho (PT), Mario Rodrigues (PROS) e Joaquim Ribeiro (PROS), foram enfáticos ao falar sobre a falta de compromisso e do pagamento do governo municipal com os agentes de endemias, da UPA e do Caps. Segundo os vereadores vários servidores fizeram as denúncias, em que a prefeitura de uma maneira corriqueira vem atrasando o pagamento entre 10 a 15 dias. Os parlamentares disseram na tribuna da câmara que falta sensibilidade por parte do gestor para com os servidores do município, principalmente das áreas citadas.

De acordo com o vereador Marconi Filho, esses atrasos são relacionados à prefeitura de Iguatu “O atraso do pagamento vem acarretando prejuízo para os servidores, pois vem pagando algumas dividas com juros bancários altíssimos” disse o parlamentar.

De acordo com o vereador Mario Rodrigues “A situação como essa é inaceitável e solicita providências”

O vereador Joaquim Ribeiro, na oportunidade também cobrou reformas no PSF do bairro João Paulo II, segundo o parlamentar a 8 anos não passa por uma reforma geral.

Novas fiscalizações

Os vereadores também informaram durante a sessão que novas vistorias serão realizadas em postos de saúde e escolas municipais.

Autor/Foto: Rogério Ribeiro