Variedades de produtos marca a VII Feira da Agricultura Familiar de Caucaia

242

Com muita música regional, a VII Feira da Agricultura Familiar de Caucaia animou a população e ofereceu uma variedade de produtos na manhã desta sexta-feira (09/8), na praça Fausto Sales, no Centro da Sede. O evento também abriu oportunidades para 47 produtores exporem suas mercadorias.

Seu José Mardes, criador do Assentamento Boqueirão Capim Grosso, estava entusiasmado com o movimento. “As pessoas passam e querem saber mais sobre os animais. Já vendi alguns aqui. Estou satisfeito”, comemora. Ele vendia periquitos, pássaro calopsita, galinha, pato e porquinho da Índia.

Na parte destinada ao artesanato tinha pinturas em quartos que retratavam a flora regional, bonecas artesanais, bolsas, chinelos, brinquedos e confecção em geral. Vinda do Itambé, Nina Teixeira era uma alegria em expor seus produtos. Orgulhosa, mostrava aos clientes o belo porta pano de prato customizado com uma boneca. “Para produzir utilizei produtos recicláveis e placas de EVA. Aqui é um ambiente muito bom. Dá mais conhecimento para nós, com animação do forró e vem gente de tudo que é canto”, disse.

Famosa por seus bolos no bairro Capuan, Antônia Maria Silva, faz seu produto com castanha, carimã, cravo, erva doce, açúcar e coco. Na feira levou para vender pé de moleque e bolo com massa de mandioca. “Acordo cedo e começo a fazer os bolos, desmanchando a massa e depois acrescento os ingredientes. Misturo tudo e depois coloco a massa na forma para cozinhar. Aqui não saímos sem vender alguma coisa”, conta.

Já tradicional nas feiras, o casal vindo da Serra da Rajada, seu Francisco Moura e dona Jaqueline Ferreira, levaram para expor produtos com selo orgânico como banana, laranja, macaxeira, inhame e a famosa banana chip, produto exclusivo produzido na Rajada. “A feira é animada, tem gente para comprar, foi divulgada, tem bastante agricultor e isso tudo ajuda demais todos nós”, sintetiza.

A iniciativa da Feira da Agricultura Familiar é da Prefeitura de Caucaia, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS), Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca, Secretaria Municipal de Patrimônio Serviços Públicos e Transporte (SPSPTrans), com apoio da Diretoria de Segurança Alimentar e Nutricional (Dsan) e do Banco de Alimentos.

Autor: Da redação com ascom/Foto: ascom