Secretaria da Saúde de Caucaia conclui levantamento

163

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou nesta quinta-feira (31/1) o resultado do I Levantamento de Índice Rápido (Lira), que avalia a infestação predial da zona urbana pela incidência do mosquito Aedes aegypti, transmissor das arboviroses. Caucaia registrou índice de 4,65%, considerado de alto risco conforme classificação do Ministério da Saúde.

O Lira foi feito entre 21 e 25 de janeiro deste ano em 41 localidades. “Os números sinalizam quais ações estratégicas podem ser direcionadas aos bairros conforme a classificação pela dispersão do mosquito”, explica o coordenador do Núcleo de Controle de Endemias e Zoonoses (Nucenz), Francisco Pires.

A SMS monitora 238 pontos estratégicos de Caucaia. Além disso, mobiliza agentes comunitários de saúde, implanta de brigadas de combate do mosquito e leva conscientização sobre prevenção de doenças para a população.

Dentre as medidas importantes a serem efetivadas pela Secretaria destacam-se: elaboração do Plano de Contingência; mutirão focal nos bairros com alto risco; bloqueio químico em sucatas; mobilização nos territórios com as equipes das APS e monitoramento.

ARBOVIROSES

Arboviroses são as doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem dengue, zika, chikungunya e febre amarela. A classificação “arbovírus” engloba todos aqueles transmitidos por artrópodes, insetos e aracnídeos (como aranhas e carrapatos). Existem 545 espécies de arbovírus, sendo que 150 causam doenças em seres humanos.

Autor: Da redação com ascom/Foto: Ascom