Saúde: ACS de Caucaia iniciam curso de capacitação após dez anos

66

Com o intuito de estimular a capacitação dos servidores, a Prefeitura de Caucaia, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), retomou nesta segunda-feira (9/10) o curso técnico de formação dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS). Essa atualização curricular retorna após dez anos parada.

Os trabalhos foram acompanhados pela vice-prefeita Lívia Arruda, que visitou Unidades Básicas de Saúde (UBS) no Nova Metrópole, Jurema e Potira, e pelo titular da SMS, Moacir Soares, que visitou postos no Pacheco, Tabapuazinho, Novo São Miguel, Padre Júlio Maria e Itambé.

Ao todo, 486 agentes serão beneficiados com a capacitação e reciclarão conhecimentos sobre a Lei do parto humanizado. Enfermeiros e profissionais do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (Nasf) ministrarão o curso, que foi dividido em 23 turmas e realizado de forma descentralizada em vários equipamentos sociais nos distritos do município.

O ensino tem um total de 1.800 horas dividido em três períodos. Em 2004, a primeira etapa foi ofertada pelo Ministério da Saúde. Em Caucaia, todos os ACS cumpriram essa fase até 2007. Hoje, mais 90% dos profissionais são concludentes desta etapa.

O Governo do Ceará ofertou o segundo período para 267 ACS caucaienses, ficando, portanto, 208 agentes que não cursaram essa fase. A iniciativa e o financiamento das próximas etapas formativas são uma parceria da Prefeitura com o Executivo Estadual.

Devido ao hiato de dez anos desde a conclusão da primeira etapa, a Escola de Saúde Pública exige dos ACS a validação de conhecimentos dos conteúdos para execução das próximas etapas. “Aqui em Caucaia, nós fizemos uma adaptação desse conteúdo de maneira a fortalecer o projeto “Humana Luz”. Isso foi possível porque o projeto trata do cuidado com a gestante, o mesmo conteúdo da I Etapa”, explica a coordenadora da educação permanente em saúde da SMS, Camila Mascarenhas Moreira.

“Decidimos aproveitar esse momento para estudar e debater a Lei nº 2.832, do Parto Humanizado, que representará um marco divisor do cuidado com as gestantes para o município de Caucaia”, destaca a coordenadora.

 Autor: Da redação com Ascom/Foto: Rogério Ribeiro