Produtores debatem em seminário agricultura familiar com entidades e governo de Jucás

88

Na manhã desta, quinta-feira, (21/09), aconteceu na Câmara Municipal de Jucás o Seminário de Desenvolvimento Produtivo Rural Sustentável com o tema “as perspectivas da Agricultura Familiar”.

O momento contou com aproximadamente 220 produtores da agricultura familiar e beneficiários das tecnologias de convivência com o semiárido realizadas pelo Instituto Elo Amigo na região de Jucás.

A mesa de autoridades foi formada pelo secretário da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA) de Jucás, Cláudio Lavor, da presidenta da Câmara Municipal, Maria das Dores – Dora (PSD), do vereador, Ernaldo de Carvalho (PT), do secretário do Desenvolvimento das Associações Comunitárias (SEDAC) de Jucás, Ernaldo Filho, do representante do Banco do Nordeste, Antônio Carlos, do presidente do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Jucás, Antônio Francelino, do secretário regional da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece), José Flávio, do presidente do Instituto Elo Amigo (IEA), Marcos Silva e da agricultora representando os produtores de Jucás, Francisca de Oliveira Roseno, do sítio Tabuleiro.

A presidenta da câmara municipal, Dora, iniciou as falas destacando a importância do encontro com os produtores “vivemos tempos difíceis” lembrou a parlamentar que teve seu discurso reforçado pelo seu companheiro de plenário, Ernaldo, que disse ser complicado a situação da agricultura familiar, principalmente pelos cortes que estão sendo feitos pelo governo federal diretamente na agricultura do pequeno.

O presidente do Elo Amigo, Marcos Silva, afirmou que todos os presentes sempre vão ser Elo Amigo “Não é porque passamos na sua casa, fizemos capacitações, construímos sua tecnologia de água e fomos embora que esquecemos de vocês, todos são da família elo e a parceria vai existir sempre com o pensamento na conquista coletiva de direitos e fortalecimento das políticas públicas pensando no desenvolvimento de todos” disse Silva.

Na sequência o Educador Técnico do Elo Amigo, Claudenê Lima, apresentou dados de um mapeamento realizado pela parceria SDA e IEA das tecnologias implantadas no município de Jucás pelos Programas Um Milhão de Cisternas (P1MC) e Uma Terra e Duas Águas (P1+2) e destacou que já foram mais de mil tecnologias de convivência com o semiárido construídas na área rural de Jucás. “As comunidades de Jucás possuem mais de mil tecnologias feitas, entre elas cisternas de 1ª e 2ª Água, barreiro trincheiro, barragens subterrâneas entre outras, que garantem água para beber e para pequenas produções dos quintais produtivos” afirmou Lima.

Produtores debatem em seminário agricultura familiar com entidades e governo de Jucás

A Câmara de vereadores de Jucás ficou lotada e participativa

Para o articulador institucional do Elo Amigo, Mestre Christian Arruda, a necessidade de debater com as famílias as melhorias das suas produções, técnicas novas para prolongar a água do seu reservatório e como essa crise política no Brasil está afetando eles. Arruda destacou também que não é por um simples acaso que o governo de Jucás representado pela SDA e SEDAC estão presentes. “São parceiros que construíram desde o início esse momento e ele precisa ter continuidade, muitos produtores relataram suas dificuldades aqui neste debate e nos dá um caminho para trabalhar e pensar nas melhorias”, ressalta Christian, que também lembrou da fala da agricultora, Francisca Roseno, que relatou a importância do caráter produtivo que cada família recebeu junto com a sua tecnologia, no caso dela, foram pintos para iniciar a montagem de um galinheiro, outros foram cabras, isso tudo, além da produção de verduras e legumes. “Está chegando por aí quem sabe o Reúso de Águas Cinzas, que inclusive foram implementadas 25 unidades no Iguatu e o resultado é impressionante. Só queria afirmar para os presentes que o Instituto Elo Amigo com muito trabalho e parceria com cada uma das famílias e comunidades do Jucás somam um total de 6,5 milhões investidos.

Encaminhamentos

Durante o debate com os produtores foram identificando alguns pontos que precisam ser fortalecidos: Acesso a água, a universalização das cisternas e assessoria técnica, para promover uma continuidade do evento os produtores encaminharam a formação de uma comissão com representação de cada comunidade rural de Jucás e entidades proponentes para uma reunião de ação no próximo dia 04 de outubro.

O secretário da SDA de Jucás, Cláudio Lavor, reforçou a ideia da parceria entre o Elo Amigo e congratulou os presentes pelo protagonismo de virem para a reunião e darem início a construção de uma agenda que vai beneficiar a todos, lembrou que a secretaria que atua sempre está buscando a melhoria da população de Jucás. “Minha parceria com o Elo Amigo é de muito tempo e onde eles chegam fazem um impacto social positivo muito grande, tiro por esse momento que todos vieram e estão aqui participando e buscando melhorias não só pra si e isso me faz sentir parte de um processo que vai render frutos e o nosso prefeito Luna gosta de planejamento com organização, acredito que o investimento por parte do município seja certo”, disse Lavor.

Autor: Da redação com Ascom/Fotos: Ascom