Prefeitura de Várzea Alegre já retomou a luta contra as arboviroses

157

Na ocasião foram feitas avaliações da situação das arboviroses em Várzea Alegre no ano 2017, concluindo que foram fechados todos os ciclos, conseguindo atingir as metas de controle estabelecidas pelo Estado e pelo Município.

O secretário de Saúde de Várzea Alegre, Ivo Leal, informou nesta manhã de quarta-feira, (03/01), que foram iniciadas as atividades para combater as arboviroses em 2018 neste município.

A primeira reunião do ano com este direcionamento foi realizada na Secretaria de Saúde com a presença dos Agentes de Combate às Endemias.

Na ocasião foram feitas avaliações da situação das arboviroses em Várzea Alegre no ano 2017, concluindo que foram fechados todos os ciclos, conseguindo atingir as metas de controle estabelecidas pelo Estado e pelo Município.

Após a avaliação de 2017, foi feito planejamento para enfrentar as arboviroses em 2018, visto que, no início do ano e devido às chuvas previstas para a quadra invernosa, é esse o período mais crítico para a proliferação do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Neste mês serão realizados encontros com as demais secretarias do Governo de Várzea Alegre para repetir a aplicação Plano Intersetorial de Combate e de Controle das Arboviroses, desenvolvido no ano passado.

Segundo Ivo Leal, as mudanças no plano intersetorial serão pontuais em razão dos resultados positivos das ações desenvolvidas pelo projeto em 2017.

 Várzea Alegre x Arboviroses

Em 2017, de acordo Ivo Leal, dos seis ciclos do Levantamento de Índice Amostral (LIA), Várzea Alegre conseguiu manter as arboviroses sob controle. “Quem foi notificado e diagnosticado com dengue ou chikungunya recebeu atenção e o devido tratamento”, disse.

Ele comentou que em janeiro do ano passado, Várzea Alegre estava com índice de infestação predial de 3.2 e fechou dezembro com 0,3 dos imóveis visitados.

O prefeito Zé Helder comemorou os resultados que mantiveram a cidade com as arboviroses controladas. Para ele, existiu no ano passado uma grande preocupação com a causa, temendo uma epidemia, que foi evitada graças ao compromisso do governo municipal e do povo em combater o aedes aegypti.

Zé Helder alertou que essa luta que está sendo retomada agora, que une Governo e Povo, deverá ser ainda mais intensa para que a cidade atravesse esse período crítico vencendo a batalha contra as arboviroses.

Médico, o vice-prefeito de Várzea Alegre, Dr. Fabrício Rolim, também reforçou a necessidade do envolvimento de todos no combate às arboviroses.

 Autor: Da redação com Ascom/Foto: Divulgação