Prefeitura de Fortaleza debate políticas públicas para a juventude

124

Evento contou com a participação do prefeito Roberto Cláudio e do ex-ministro Ciro Gomes, entre outros debatedores.

“O Cuca abriu minha mente para eu mostrar o meu potencial”. A frase da estudante Luana Marques retrata a realidade dos milhares de jovens atendidos pela Rede Cuca em Fortaleza. Luana, que mora no bairro Genibaú, frequenta o Cuca da Barra do Ceará há dois anos e é consciente da oportunidade que teve.

Fortaleza é a capital brasileira que mais investe em políticas públicas de juventude, mas ainda há muito que fazer no Brasil. O assunto foi tema de um painel realizado nesta quinta-feira (21/02), no Cuca Mondubim, que contou com a participação, entre outros debatedores, do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e do ex-ministro da Integração Nacional e ex-governador do Estado, Ciro Ferreira Gomes.

“A crise brasileira vem desde os anos 80 e produz vítimas para todos os lados, e a juventude é uma das mais violententamente atingidas. A Rede Cuca e as demais políticas educacionais que existem no Ceará são um caminho alternativo para quem não quer seguir a ilusão do dinheiro fácil oferecido pelo tráfico”, destacou Ciro Gomes.

A palestra faz parte do cronograma de atividades que celebram os cinco anos da Rede Cuca. Uma rede de proteção social e oportunidade formada por três Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cucas), mantidos pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude.

Os equipamentos localizados nos bairros Mondubim, Jangurussu e Barra do Ceará atendem, prioritariamente, jovens de 15 a 29 anos, oferecendo cursos, práticas esportivas, difusão cultural, formações e produções na área de comunicação e atividades que fortalecem o protagonismo juvenil e realizam a promoção e garantia de direitos humanos.

“O grande segredo de sucesso da Rede Cuca é valorizar a juventude e oferecer oportunidades por meio da cultura, da arte, da valorização pessoal e da formação humana de cada um desses jovens atendidos. Temos uma cidade formada por uma população nova, muitas vezes em condições vulneráveis e por isso, os investimentos não podem parar”, declarou o prefeito Roberto Cláudio.

Nos cinco anos da Rede Cuca, a Prefeitura de Fortaleza bateu recordes de investimento, o que resultou, na disponibilização de mais de 5 mil vagas mensais em cursos de formação nas áreas de audiovisual, dança, teatro, música, informática, libras, fotografia, inglês, e em 27 modalidades de práticas esportivas.

De 2013 a 2018, a Rede Cuca atendeu 1.073.60 alunos. No mesmo período, o investimento acumulado reúne recursos da ordem de R$ 142.212.627,05 (cento e quarenta e dois milhões, duzentos e doze mil, seiscentos e vinte e sete reais e cinco centavos).

Já o valor estimado a ser investido em Juventude nos anos de 2019 e 2020 supera os R$ 250 milhões. Iniciativa comprova a atenção prioritária da gestão municipal em políticas dessa magnitude.

O evento contou também com a presença do coordenador de Juventude de Fortaleza, Julio Brizzi, do secretário-chefe da Casa Civil, Élcio Batista e dos presidentes do Legislativo Municipal e Estadual, respectivamente, vereador Antônio Henrique e deputado José Sarto.

Autor: Da redação com ascom/Foto: ascom