Prefeitura de Caucaia vai criar pontos de apoio com setor turístico para ajudar na limpeza

157

O comitê Juntos Contra o Óleo, criado pela Prefeitura para limpar o litoral de Caucaia, definiu nesta quinta-feira (7/11) em reunião com representantes do setor turístico (FOTO) pela criação de três pontos de apoio às equipes que atuam na coleta da substância química que se manifestou na orla essa semana.

Conforme o coordenador-geral do Comitê e secretário municipal de Patrimônio, Assis Medeiros, os espaços começam a funcionar já a partir desta sexta-feira (8/11). Ficarão em frente ao residencial Wai Wai (base), ao resort Vila Galé e na Barra do Cauípe. “Eles darão suporte necessário para as equipes de técnicos e voluntários que atuam diretamente na limpeza da praia”, sintetizou o gestor.

Os pontos de apoio serão compostos de tendas e banheiros químicos, e distribuirão água, comida e kits de segurança, já que diariamente a orla atingida pelo óleo cru está sendo monitorada por vias terrestres e aéreas. Assim, a Prefeitura consegue detectar o surgimento de novas manchas e definir quais pontos estão mais críticos (e, consequentemente, precisam de esforço concentrado de trabalho).

Mais de 11 toneladas do produto foram recolhidas apenas nos dois primeiros dias de mutirão no principal cartão postal do município. Se contabilizados os resíduos, esse total sobe para 16 toneladas. O trecho mais crítico compreende a faixa de areia entre a Vila dos Coqueiros e a Barra do Cauípe, já próximo à divisa com a cidade de São Gonçalo do Amarante.

Participam da mobilização: efetivos da Prefeitura, Capitania dos Portos, Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), kitesurfistas e voluntários. Só hoje, mais de 300 pessoas compuseram as frentes de limpeza, que atuam conforme variação da maré e não têm data para fim dos trabalhos.

Além de liderar mutirões de limpeza, a Prefeitura enviou nesta quinta-feira ofício ao Ministério Público Federal (MPF) solicitando que o órgão investigue eventual conduta criminosa no derramamento de substância química no litoral de Caucaia. A origem do produto ainda é desconhecida, assim como os riscos que oferece aos banhistas e à vida marinha.

Todo material recolhido está sendo transportado pela Marinha do Brasil para análise na Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace). Após estudo, o material é enviado para reaproveitamento ou eliminação.

MUTIRÃO
Nesta sexta-feira (8/11), os mutirões vão iniciar às 8 horas simultaneamente nos três pontos de apoio (residencial Wai Wai, resort Vila Galé e Barra do Cauípe). A mobilização é aberta ao público. Assim como profissionais, voluntários recebem Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) no ato da apresentação.

Caucaia está desde ontem em situação de emergência por conta do desastre natural. Editado pelo prefeito Naumi Amorim, o decreto já foi publicado no Diário Oficial do Município, tem vigência enquanto persistirem as manchas de óleo e permitirá à gestão aumentar a quantidade de equipes de limpeza, comprar mais EPIs e ampliar a quantidade de máquinas.

Autor: Da redação com ascom/Foto: ascom