Prefeitura de Caucaia oferece Serviço descentralizado; atendimentos devem triplicar e chegar a 9 mil

49

Desde o mês de outubro, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vem fazendo um movimento de descentralização das marcações de exames e consultas especializadas em Caucaia. A mamografia, a densitometria óssea e a audiometria são exemplos de alguns procedimentos que não precisam mais ser agendados pela Central de Regulação e Marcação de Consultas e Exames.

Agora, as sessões de fisioterapia também poderão ser marcadas diretamente em uma das clínicas credenciadas pela Prefeitura. Boa notícia para quem mora distante do Centro da Sede e, assim, vai poder marcar consulta mais perto de casa.

Após ser atendido em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou outro equipamento do sistema público local, o usuário pode ir, mediante requisição médica, diretamente a uma das clínicas conveniadas para marcar consulta.

Além de proporcionar mais comodidade à população, o serviço também foi ampliado. O município contava com apenas uma clínica de fisioterapia conveniada, localizada no Centro. Tem agora mais duas (uma no Parque Soledade e a outra no Conjunto Nova Metrópole) perfazendo três, no total.

Com a novidade, a estimativa da SMS é de saltar de 3.000 para 9.000 atendimentos por mês. Os pacientes serão encaminhados para o ponto mais próximo de casa.

O titular da Coordenadoria de Regulação, Controle, Avaliação e Auditoria (Corac) da SMS, Adail Afrânio Marcelino, explica como se deu essa conquista. “Estivemos reunidos com os prestadores dos serviços para delimitar a área e os distritos dessa ação de descentralização. Temos que destacar que as clínicas receberão os pacientes respeitando a área territorial. Isso ainda vai facilitar a marcação, diminuir o fluxo na Central e evitar que os usuários enfrentem filas.”

“O controle assistencial, a avaliação do serviço e a satisfação do usuário serão realizados pelos auditores externos vinculados ao Corac e à Atenção Primária”, complementa Adail.

A gestão está trabalhando na perspectiva de seguir descentralizando os demais serviços de saúde e prevê, ainda para 2018, o convênio com uma clínica na Jurema.

Autor: Da redação com Ascom/Foto: Ilustrada