Prefeito Roberto Cláudio renova 100% da frota de ambulâncias do Samu Fortaleza

106

24 ambulâncias novas e devidamente equipadas estão à disposição da população 24 horas por dia

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Fortaleza passa a operar, a partir desta segunda-feira (04/02), com 100% da frota de ambulâncias renovada. Para a finalidade, o prefeito Roberto Cláudio entregou, durante cerimônia realizada no Paço Municipal, 11 novos veículos que fortalecerão o serviço de assistência pré-hospitalar na Capital. Ao todo, 24 ambulâncias novas e devidamente equipadas estão à disposição da população 24 horas por dia.

A iniciativa, aliada à descentralização das 7 bases do SAMU, estrategicamente distribuídas pelas Regionais, fortalece um conjunto de esforços que vêm sendo desprendidos pela Prefeitura de Fortaleza para reduzir o tempo de resposta às demandas, otimizar o atendimento pré-hospitalar, salvar vidas e garantir a minimização de sequelas.

“Ao todo, são 24 ambulâncias, todas novas, das quais 5 são equipadas com Unidades Móveis de Terapia Intensiva (UTI). Há uma média estimada pelo Ministério da Saúde de 1 UTI móvel para cada 500 mil habitantes. Isso garante a cobertura adequada a uma cidade com as características populacionais de Fortaleza”, declarou o Prefeito, acrescentando que, até 2020, a meta da gestão é ampliar, de 7 para 12, o número de bases descentralizadas do SAMU.

As diretrizes para uma assistência eficaz envolvem, ainda, o treinamento das equipes profissionais, o cumprimento de protocolos, a aquisição de equipamentos e a integração da rede hospitalar. “Com todas essas ações, estamos buscando oferecer melhores condições aos profissionais e melhor atendimento à população. Nossas equipes estão preparadas para chegar cada vez mais rápido ao local do atendimento e depois levar o paciente à unidade específica em que ele será atendido. A equipe é treinada para levar o paciente ao local correto de atendimento a depender da complexidade e da especificidade do caso”, apontou a titular da Secretaria da Saúde de Fortaleza, Joana Maciel.

Na oportunidade, Joana Maciel destacou, ainda, que, a partir da renovação integral da frota, cerca de 15 veículos estarão à disposição diante de eventuais intercorrências mecânicas ou de qualquer outra ordem. “Em caso de colisão, de situação de maior gravidade, em que o carro tenha que ser retirado da rua, nós temos, em estoque, alguns carros da antiga frota que ficarão à disposição da população para realizar essa substituição”, esclareceu.

Na oportunidade, o prefeito Roberto Cláudio, acompanhado do vice-prefeito Moroni Torgan, além de secretários municipais, deputados e vereadores, destacou a importância da união de esforços em prol da saúde dos fortalezenses. “Há um plano em desenvolvimento para oferecer condições cada vez mais adequadas de atendimento. A gente está recebendo 8 ambulâncias que foram produto de uma emenda parlamentar do então deputado federal Moroni Torgan, 3 ambulâncias de emenda do deputado estadual Walter Cavalcante, e, no ano passado, a gente estava com mais 13, produto de investimento próprio do tesouro e de contrato de aluguel. Assim, dotamos a cidade de maior resolutividade”, destacou.

De acordo com o gerente do Samu Fortaleza, Fred Arnaud, “todos os que fazem o SAMU estão em festa. A população de Fortaleza deve comemorar. Essas 11 ambulâncias entregues hoje vão fortalecer e agigantar a nossa instituição, que desempenha importante papel na Saúde da Cidade. Vamos atender com mais rapidez e qualidade a população”, garantiu.

SAMU

Destinado ao atendimento de emergências médicas pré-hospitalares agudas e graves, o serviço é acionado pelo número 192, que funciona 24 horas por dia e dá acesso a uma Central de Regulação, na Coordenadoria Integrada de Ações de Segurança (Ciops). As chamadas são acolhidas inicialmente por telefonistas treinadas, e os casos são enviados para análise de médicos, que enviam o recurso necessário de acordo com o tipo de emergência.

Esses recursos podem variar entre orientações de procedimentos por telefone, envio de moto ambulância, de uma unidade básica ou uma unidade de serviço avançado. As motolâncias circulam durante o dia e garantem maior velocidade no atendimento de ocorrências que requerem agilidade de deslocamento ou em áreas de difícil acesso.

As unidades básicas são equipadas para, se necessário, iniciar reanimação cardiovascular no paciente e contam com um técnico e motorista. Já as unidades de serviço avançado funcionam como uma UTI móvel e são dotadas de recursos para atendimento de pacientes mais graves, com uma equipe de médico, enfermeiro e condutor e todos os recursos disponíveis no tratamento médico intensivo.

O tempo de resposta das equipes depende de três importantes fatores: trânsito, volume de trotes e preparo das pessoas que acionam o serviço. As intervenções realizadas na área de mobilidade urbana pela gestão do Prefeito Roberto Cláudio e o apoio das equipes da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC) têm garantido que o Samu possa fazer deslocamentos mais rápidos pela cidade.

Autor: Da redação com Ascom/Foto: Rodrigo Carvalho