Prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder, afirma que sempre pautou sua vida pela ética e corretas ações.

55

O prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder (MDB), se manifestou sobre a matéria divulgada na rádio Montevideo da cidade Cedro e também nas redes sociais da emissora, na data de 17 de dezembro deste ano.

Zé Helder destaca o respeito que tem pela imprensa, ao tempo que usa do espaço democrático da emissora para esclarecer fatos publicados, que no seu entendimento, deixam brechas que podem confundir a opinião pública, não sendo de fato como deve ser a notícia, clara, justa e que preserva o direito à boa informação.

No entendimento de Zé Helder, em relação à matéria publicada com a manchete “Processo de corrupção e fraude em licitação contra o Prefeito de Várzea Alegre retorna a Justiça Federal do Ceará”, ele esclarece que está no exercício do terceiro mandato, portanto, tem 10 anos de vida pública e que sempre pautou a administração do município de maneira proba, respeitando os princípios mais elementares da Constituição Federal.

Zé Helder explicou ainda que o processo alvo da matéria estava no Tribunal Regional Federal 5ª Região em Recife, e que o Supremo Tribunal Federal modificou o entendimento. O desembargador respeitando, a decisão da Corte Suprema, decidiu que o processo deve ter seu tramite na Justiça de Primeiro Grau.

Ele deixou bem claro que o processo não chegou ao fim e que, considerando que sempre conduziu a gestão pública de Várzea Alegre de maneira ética e correta, acredita firmemente na Justiça, e que todos os pontos serão devidamente esclarecidos, embasados em provas já apresentadas.

Para ele, essa denúncia advém de um momento de tensão política na cidade de Várzea Alegre, quando no ano de 2011 a oposição, na tentativa de voltar ao poder, mas enfraquecida pelas ações de uma administração séria, capaz e realizadora, achou que no denuncismo derrubaria a gestão e o prefeito. Porém, todas as acusações sobre o saneamento básico em questão foram e estão sendo respondidas, atendendo ao que pede a legalidade com os devidos esclarecimentos.

Autor: Da redação com ascom/Foto: Ascom