Praia do Cumbuco ganha ponto de coleta seletiva da EcoEnel

108

O Centro de Apoio ao Turista (CAT), na praia do Cumbuco, ganhou nesta segunda-feira (04/9) o primeiro ponto de coleta seletiva do município fruto de parceria entre a Prefeitura e a Enel. O equipamento faz parte da nova política ambiental do Instituto do Meio Ambiente de Caucaia (Imac). Com ele, a gestão quer estimular o destino adequado de resíduos sólidos e preservar o meio ambiente.

Para o prefeito Naumi Amorim, a sensibilização popular é importante “para cuidar da cidade”. “Esta parceria, além de trazer economia para a população, ainda educa e fortalece a sustentabilidade do meio ambiente”, avaliou, referindo-se à logística de o interessado em participar poder converter a entrega de material reciclável no ponto da EcoEnel em bônus na conta de energia.

Secretária municipal de Governo de Articulação Política, a primeira-dama Erika Amorim disse ser fundamental “estimular a participação da população e potencializar a sensibilização das pessoas”. “Cada dia mais precisamos envolver a população e estimular projetos como este para que toda comunidade seja beneficiada.”

Já o presidente do Imac, Francisco Hugo Pontes, classificou a primeira estação fruto da parceria entre a Prefeitura e a Enel como “um marco histórico para Caucaia porque trabalhamos incansavelmente para concretizar este projeto”. “Temos que nos unir para que este sistema de coleta seletiva chegue a outras localidades do município”, acrescentou.

Paulo Guerra, secretário municipal de Turismo, destacou ações de vários órgãos da administração para limpar rotineiramente a orla caucaiense. Segundo ele, o novo sistema de coleta seletiva “pode impulsionar os residentes do litoral a destinar de forma ainda mais correta o lixo.”

“Reciclar lixo é saúde”, sintetizou o secretário municipal de Patrimônio, Serviços Públicos e Transporte, Miguel Amorim. “É um grande beneficio para a comunidade do litoral, que agora tem um equipamento que valoriza a sustentabilidade e a conscientização de todos.”

Segundo o engenheiro do setor de sustentabilidade da Enel Brasil, Marcondes Melo, a parceria da empresa com a Prefeitura significa “educação ambiental e construção de um capital social que fortalece o município”. “O projeto gera economia para quem participa, além de ser uma atitude saudável para o usuário e para a localidade que é impactada pelo ponto de coleta.”

Já a estudante Carolina Manuele Cremones alerta que, com o novo posto de coleta, resíduos podem ser reaproveitados, “evitando doenças como a dengue, a leptospirose e outros males.”

RESÍDUOS

Para participar do programa de reciclagem do ponto de coleta da EcoEnel no CAT, o interessado deve levar material reciclável para receber em troca bônus na própria conta de energia ou na conta de luz de outra unidade consumidora. O cliente também pode doar os bônus para uma instituição beneficente. Todos os resíduos arrecadados são repassados a recicladores, que garantem a destinação correta dos materiais.

Autor: Da redação com Ascom/Foto: Ascom