Polícia Civil fará perícia em motocicletas brasileiras apreendidas em Lethen

145

Durante a reunião do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) em Lethen ficou acertado que peritos da Polícia Civil de Roraima serão autorizados a periciar motocicletas de origem brasileira que estão apreendidas em um depósito daquela cidade.

A demanda foi apresentada pelo delegado geral de Polícia, Fernando Olegário. Segundo ele, com o avanço da negociação entre as duas polícias visando à restituição de motocicletas apreendidas em Lethen para a Polícia de Roraima foi detectado um problema.

“Há o registro do boletim de ocorrência pela vítima, mas muitos dos números de chassis informados não conferem com os veículos apreendidos e devolvidos para Roraima. Portanto, queremos trazer os nossos profissionais, para que eles possam periciar esses veículos e fazer um levantamento geral de todos os veículos apreendidos aqui para que possamos iniciar uma articulação para o processo de devolução”, disse Olegário.

O chefe de Polícia de Lethen, E. Gibson autorizou que a perícia seja realizada em Lethen, o que foi comemorado pelas autoridades brasileiras.

O secretário de Segurança Pública aponta que a medida é mais um avanço nas negociações com a Polícia de Lethen.

A cônsul geral da Guiana, Leila King, disse ser necessário parabenizar a Secretaria de Segurança Pública de Roraima (SESP) pela iniciativa. Destacou que vem trabalhando em parceria com o Sistema de Segurança Pública de Roraima e outros órgãos do Governo do Estado, tentando solucionar problemas atinentes às cidades fronteiriça dos dois países.

“Esse é o primeiro encontro entre as autoridades do Sistema de Segurança Pública dos dois países, o que considero de extrema importância, pois se conhecemos os problemas enfrentados entre os dois povos, há como se trabalhar melhor”, disse.

Além das 24 motocicletas que estão em processo de devolução, Leila King destacou que há investigações visando apreender outros veículos brasileiros que foram vendidos em Lethen e estão circulando em malocas indígenas na Guiana.

A cônsul disse que semana passada esteve reunida com a delegada geral adjunta da Polícia Civil de Roraima, Eliane Gonçalves e o chefe de Polícia de Lethen para tratar do assunto e da autorização da perícia nos veículos apreendidos em Lethen.

“Há motocicletas que estão circulando em malocas indígenas e é necessária a autorização do Tuxaua para que possamos identificar e apreender esses veículos. Estamos trabalhando nessa ação, que é demorada, mas acreditamos que teremos êxito”, disse Leila King.

Ascom/foto:SESP-RR