PF DEFLAGRA OPERAÇÃO MIMETISMO – 2ª FASE

188

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira, 26/06, a Operação Mimetismo, 2ª fase, com o objetivo de desarticular organização criminosa que vinha fraudando benefícios previdenciários no Ceará e em Belém/PA.

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, um em Caucaia/CE, três em Belém/PA, e três mandados de prisão preventiva, dois no estado do Pará e um no presídio, onde já se encontra recolhido o chefe da organização criminosa. Participaram da operação 25 policiais federais para o cumprimento dos mandados expedidos pela 32ª vara da Justiça Federal no Ceará.

As investigações iniciaram em atuação conjunta da Força Tarefa Previdenciária, formada pela Delegacia de Combate aos Crimes Previdenciários no Ceará e Coordenação de Inteligência Previdenciária no Ceará com apoio da Delegacia de Combate aos Crimes Previdenciários no Pará.

Foi constatado, na primeira fase da Operação Mimetismo, em janeiro de 2018, a partir de material recolhido, que os integrantes haviam fraudado 103 benefícios previdenciários e 20 contas bancárias que teriam movimentado valores decorrentes de pagamentos efetuados indevidamente pelo INSS.

Durante as investigações, foi verificado um prejuízo de R$ 7,6 milhões e projeção de dano em torno de R$ 9,4 milhões. Além das prisões preventivas, foram sequestrados os valores nas contas bancárias, bem como o bloqueio dos benefícios tidos como fraudulentos.

Os envolvidos responderão pelos crimes de estelionato previdenciário, associação criminosa, falsificação de documento público e particular, falsidade ideológica, uso de documentos falso e lavagem de dinheiro.

A Operação foi batizada de MIMETISMO, designação que se refere à habilidade que alguns seres possuem de se camuflar, objetivando se esconder de seus predadores. No caso, o alvo principal vinha sendo investigado em vários inquéritos policiais no Ceará e Pará.

 Autor: Da redação com Ascom/Foto: Divulgação