Parceria entre Judiciário e iniciativa privada alerta mulheres sobre situações abusivas

158

“Você vai com essa saia?”, “Não é ciúme, apenas cuidado”. “Deixa que eu cuido do seu salário”. Frases como essas, comuns no cotidiano de muitas mulheres, podem ser um sinal de relacionamento abusivo, mas nem todas percebem dessa forma. Fora do contexto do lar, vistas no corredor de um shopping center, as palavras causam estranheza e reflexão.

Esse foi o objetivo da campanha desenvolvida pelo Shopping RioMar Fortaleza, em parceria com o Poder Judiciário cearense, que vai até o próximo dia 25 de março. O caminho que leva até um supermercado é composto por totens de homens em tamanho real, sorrindo, ao mesmo tempo em que “dizem” frases com mensagens carregadas de machismo e violência simbólica. Quem atravessa essas “barreiras”, vê no chão frases de ânimo e informações de como denunciar: “Disque 180”.

Ao fazer o percurso inverso, as frases mudam, e os mesmos totens ameaçadores passam a veicular mensagens positivas, entre elas, “Nenhuma forma de violência é aceitável”.

“Achei excelente essa iniciativa. Uma oportunidade de nós, mulheres, nos compararmos, e nos encontrarmos nas frases que vemos nos bonecos. E da mesma forma que a gente se depara com esse tom ameaçador, na volta a gente consegue ver que existe um mundo paralelo, existe um relacionamento que pode ser saudável”, analisa a estudante Fabíola Andrade.

A empresária Mirna Pontes também elogiou a conscientização. “Algumas mulheres passam por esse tipo de problema e não têm coragem de denunciar. Essas pequenas falas e repressões geram medo, ansiedade e até pânico. Não é só a agressão física, mas a psicológica. Essa conscientização precisa ser mostrada, a mulher tem que saber que ela não precisa passar por isso, que pode ter sua independência física, emocional, financeira”, declara.

A campanha também foi bem recebida pelos homens, a exemplo do aposentado Gerardo Martins. “Acho um absurdo essa violência nos dias de hoje. A mulher vai aonde ela quiser, faz o que quer, tem a vida dela e deve ser respeitada. Os direitos são iguais”, afirma.

Segundo Michele Ribeiro, gerente de marketing do shopping, a ideia da campanha surgiu em decorrência do aumento nos casos de agressão às mulheres. “Queríamos primeiramente alertar nossos funcionários, com uma campanha interna mostrando sinais de que as mulheres podem identificar nos relacionamentos desde o início, que podem levar à agressão física e ao feminicídio. A repercussão foi tão boa que levamos para a área externa, para poder atingir o maior número de pessoas”, explica.

JUIZADO DA MULHER

A titular do Juizado da Mulher de Fortaleza, juíza Rosa Mendonça, conferiu a exposição nesta quinta-feira (21/03). “Uma iniciativa louvável, sinal de que a sociedade se importa com a questão. Essa campanha está dentro do nosso cotidiano, em que muitas vezes homens e mulheres tentam minimizar os abusos, achando que aquilo não é um tipo de violência.”

Ainda segundo a magistrada, o objetivo é expandir essas campanhas para outros ambientes e órgãos públicos, incentivando medidas de combate à violência doméstica. Para isso, o Judiciário lançou o Selo Empresa Parceira, que visa reconhecer projetos da iniciativa privada, a exemplo da Unifametro, que firmou parceria para fornecimento gratuito de serviços odontológicos às mulheres atendidas pelo Juizado. O coordenador do curso de Odontologia, Paulo André Carvalho, e a equipe de alunos também compareceram ao shopping para conhecer a campanha.

SERVIÇO

Evento: Campanha de combate à violência contra a mulher
Local: Piso L1 do shopping RioMar Fortaleza – rua Des. Lauro Nogueira, 1.500 – Papicu (até 25 de março)
Como participar do Selo Empresa Parceira: encaminhar e-mail para juizadomulher@tjce.jus.br

Autor: Da redação com  ascom/Foto: ascom