Operação conjunta prende 12 integrantes de facção criminosa em Pindoretama e apreende mais de R$ 200 mil

253

Uma operação conjunta entre o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça de Pindoretama, Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), Comando Tático Rural (Cotar) do Batalhão de Polícia de Choque da Polícia Militar do Ceará (BPChoque) e Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), realizada na manhã da última quarta-feira (10/01), resultou na prisão de 12 pessoas em flagrante e apreensão de R$ 200 mil em dinheiro, drogas, armas e munições de diversos calibres – recursos de ações delituosas realizadas por uma facção criminosa em Pindoretama.

A ação aconteceu com equipes do Batalhão de Choque, Cotar e Gate, que se deslocaram para a cidade e, de posse dos mandados de busca e apreensão, requeridos pela Promotoria de Justiça e expedidos pelo juiz Fernando Antônio Medina Lucena, efetuaram a prisão dos acusados e apreensão dos itens. Dentre os presos, um era fugitivo da cadeia de Cascavel.

A maior parte do dinheiro apreendido na operação estava em um estabelecimento comercial, utilizado por um dos integrantes da facção como apoio para recolhimento diário dos valores resultante de crimes na região. “Nos impressionou a grande quantia de dinheiro apreendida e que esse local era usado diariamente”, disse a promotora de Justiça Maria Alice Diógenes.

Na terça-feira (09/01), a Promotoria de Justiça recebeu informações de uma investigação do Cotar no Conjunto Habitacional Regina Albino – bairro de Pindoretama, que é conhecido popularmente como “Vila” – e solicitou os pedidos de buscas e apreensão no local, que já é foco de atuação dos órgãos de segurança pública. ​

Autor: Da redação com Ascom/Foto: Ascom