Nova sede das Promotorias de Justiça Criminais entra em funcionamento

496

Em solenidade realizada na manhã desta terça-feira (31), o procurador-geral de Justiça, Plácido Rios, e o governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, entregaram a nova sede das Promotorias de Justiça Criminais, na rua Coronel José Philomeno Gomes, nº 222, bairro Engenheiro Luciano Cavalcante. O novo prédio possui estrutura adequada e conforto para abrigar as Promotorias de Justiça Criminais, Promotorias de Justiça sobre Crimes de Drogas, Promotorias de Justiça do Júri e Promotoria de Justiça do Trânsito.

O procurador-geral de Justiça, Plácido Rios, destacou como pontos positivos do novo espaço a localização próxima ao Fórum Clóvis Beviláqua e à Defensoria Pública Geral do Estado e o fortalecimento da imagem institucional do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). “O espaço representa um salto na melhoria das condições de trabalho dos membros e servidores”, disse. Rios agradeceu o empenho dos promotores de Justiça Nélson Gesteira e Raimundo Filho, dos secretários da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) e de todos os servidores que contribuíram para a concretização daquele equipamento.

Reportando-se ao governador Camilo Santana, Rios agradeceu o entendimento que resultou na aprovação do Fundo de Reaparelhamento, cujos recursos estão sendo cuidadosamente alocados, conforme as necessidades prioritárias. “Investimos em estrutura de pessoal. Não dava para trabalharmos sem os novos assessores jurídicos. Avançamos em estrutura tecnológica e estrutura física. Mas não adianta tanto investimento se não conseguirmos resolver urgentemente o problema da segurança pública. Precisamos nos irmanar e nos unir, imbuídos pelo sentimento de combate à criminalidade, trazendo a paz aos nossos lares”, ponderou, ao considerar a entrega de outras obras em atenção às Promotorias de Justiça do Interior, a exemplo de Sobral e Iguatu.

O espaço físico exclusivo e integrado do novo prédio proporciona maior proximidade e comunicação entre membros e servidores das Promotorias de Justiça Criminais, refletindo em um melhor atendimento à sociedade. O governador Camilo Santana parabenizou o Ministério Público pelo novo espaço. “O papel que o MP tem hoje é muito importante para garantir o zelo na aplicação dos recursos públicos e garantir Justiça para a população cearense. Reconheço o trabalho que o Ministério Público tem feito pelo Estado do Ceará e pelo povo cearense. Todos nós somos servidores e o nosso papel é servir a sociedade, que clama por mais justiça, mais segurança e por melhores condições nos serviços públicos”, declarou o chefe do Executivo.

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, José Albuquerque, afirmou estar satisfeito naquela oportunidade de tamanha importância não só para o Ministério Público, mas extensiva para toda a sociedade. “Tive o privilégio de acompanhar o crescimento do Ministério Público e vamos continuar assim, porque o Ceará e o Brasil precisam muito desta valorosa instituição, cada vez mais fortalecida”, enfatizou.

Para a vice-governadora do Estado do Ceará, Izolda Cela, o ambiente estruturado se apresenta como fruto de uma demanda “importante e legítima” do Ministério Público, refletindo-se em melhoria para a população. “Sabemos a necessidade do incremento par ao desenvolvimento do trabalho. Isto resulta da articulação das partes gerando em nós uma boa expectativa”, observou.

De acordo com o promotor de Justiça e secretário-executivo das Promotorias de Justiça do Júri, André Clark Nunes Cavalcante, é com satisfação que seus pares iniciam suas atividades naquele edifício. “Quando cheguei a Fortaleza é que pude constatar que não tínhamos local para trabalhar na Capital. Agora, é com alegria que podemos dizer que temos Promotorias de Justiça funcionando em Fortaleza; não para o nosso conforto, mas para o do nosso patrão, que são as pessoas que entram por aquela porta”, disse, voltando-se ao povo cearense, sobretudo àqueles cujos direitos foram violados. André Clark também sugeriu a criação de um Centro de Atendimento às Vítimas a ser instalado naquele mesmo prédio.

Autor: Da redação com Ascom/Foto: Foto: Edimar Soares/MPCE