No dia “D”, vacinação contra gripe será centralizada em Várzea Alegre.

46

O dia “D” da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe (Influenza H1N1), será neste sábado, (12/05), e em Várzea Alegre, o atendimento ao público-alvo será das 07h30min às 13h, nos postos de saúde da cidade – CAIS, da VARJOTA, do RIACHINHO, do JUREMAL e da PRAÇA SANTO ANTÔNIO.

A Coordenadora da Vacinação, Fábia Moreno, disse que com números parciais, já foram vacinados 42% do público-alvo de 9.151 pessoas. A meta é atingir 90% do público determinado pelo Ministério da Saúde. Para amanhã, segundo Fábia Moreno, não vieram para o município, dispensadas pela Secretaria de Saúde do Estado, muitas doses, mas suficientes para os trabalhos do dia de vacinação. Ela explicou que na semana que vem, Várzea Alegre receberá mais uma cota de doses para dar prosseguimento à campanha, com data de encerramento para 15 de junho.

Outra informação é que somente após atender a meta do Ministério da Saúde é que outras pessoas, dependendo da quantidade de doses que sobrem, poderão ser vacinadas.

O secretário de Saúde da cidade, Ivo Leal, disse que em reunião em abril deste ano na Secretaria de Saúde do Estado – Sesa, foi orientado a iniciar o mais rápido possível a campanha tendo em vista algumas ocorrências de casos de H1N1 em Fortaleza e havia preocupação dos casos se propagarem para o interior do estado.

Diante disso, em 23 de abril, a campanha foi iniciada, ainda com poucas doses e que as vacinas seriam liberadas à medida que a população fosse sendo vacinadas.

De acordo com Ivo Leal, até 08 de maio, Várzea Alegre recebeu 3.849 doses da vacina, correspondente a 41,5% do que o município tem para receber.

Para este sábado, dia D da campanha, a cota recebida soma 3.910 doses. Ele esclareceu que Várzea Alegre já recebeu 84% da cota.

Grupos prioritários

Os grupos prioritários são formados por crianças na faixa etária de 6 meses a 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da área da saúde serão vacinados em seus locais de trabalhos. Também serão vacinados os professores das escolas públicas e privadas; grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Meta

De acordo com Ivo Leal, o objetivo da Secretaria Municipal de Saúde é atingir a meta do Ministério da Saúde de vacinar 90% do público-alvo. Ele informou que em 2017 essa meta não foi alcançada. Foram vacinados 87% desse público. Segundo ele, esse foi um bom público, mas devido às resistências de algumas pessoas, não foi possível. Para este ano, os esforços continuam na busca da meta e há um trabalho para sensibilizar a população da importância da vacinação.

Autor: Da redação com Ascom/Foto: Augusto César