Naumi Amorim une secretarias e declara guerra contra o mosquito Aedes aegypti

47

O prefeito de Caucaia, Naumi Amorim (PMB) reuniu nesta quarta-feira (6/2) representantes de diversas secretarias e parceiros de Caucaia para deflagrar no município uma grande campanha de mobilização contra o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e febre chikungunya.

Os dirigentes das pastas da Saúde, Educação, Desenvolvimento Social, Patrimônio e Ministério Público, além de Conselho Municipal de Saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), irão elaborar um plano integrado de combate ao inseto.

“Os casos de arboviroses já diminuíram muito de 2017 para 2018. Essa união de forças é muito importante nesse momento para que possamos continuar mostrando resultados positivos nesse ano e garantir a saúde de nossa população”, declarou o prefeito.

Para o secretário municipal de Saúde, Moacir Soares, “os indicadores apresentados pela SMS atentam para que sejamos precavidos. Combater o mosquito não se restringe somente à responsabilidade da saúde, mas sim de todos os órgãos que aqui estão.”

De acordo com o primeiro Levantamento de Índice Rápido (Lira) de 2019, Caucaia apontou 41 localidades sinalizadas para o risco de arboviroses. A SMS monitora 238 pontos estratégicos e trabalha para mobilizar agentes comunitários de saúde e implantar de brigadas de combate do mosquito, levando conscientização sobre prevenção de doenças.

Dentre as prioridades para evitar as arboviroses, a Prefeitura, por meio da SMS, realizará a integração com secretarias, ações conjuntas em locais com elevados índices de infestação, participação das escolas na campanha de enfrentamento e de limpeza dos bairros, operação especial da limpeza urbana nos bairros em maior risco e mobilização através de ferramentas de comunicação.

Autor: Da redação com Ascom/Foto: ascom